Questões na prática

Clínica Médica

Cirurgia

Cardiologia

No quarto dia de internação, na Unidade Coronariana, Carlos apresenta dispneia de decúbito. Exame físico: FR 35 irpm, oximetria de pulso SaO2 89%, estertores crepitantes até 1/3 médio de ambos os pulmões, pressão venosa da jugular aumentada, presença de B3, sopro holossistólico (3+/6) em ápice, com irradiação para o bordo esternal esquerdo. A colocação de máscara de oxigênio com reservatório fez a SaO2 aumentar para 91%. O paciente mantém-se desperto, cianótico e com pulsos arteriais periféricos de baixa amplitude; FR 35 irpm, PA 125 x 90 mmHg. O traçado do ECG no monitor cardíaco não mostra arritmias. As medidas da pressão de oclusão de artéria pulmonar (PAOP), o débito cardíaco e o lactato sérico devem estar, respectivamente:

A
elevada, diminuído, aumentado
B
normal, normal, aumentado
C
diminuída, aumentado, normal
D
normal, diminuído, normal
Na coordenação do cuidado de situações oftalmológicas na APS, assinale a alternativa correta que o MFC deve referenciar a pessoa ao oftalmologista, após o primeiro atendimento e medidas iniciais.
O triângulo de Killian tem relação etiopatogênica com:
Com relação às afecções oncológicas, julgue o item subsecutivo. O prognóstico de câncer de próstata em pacientes obesos é melhor que em pacientes com peso adequado.
Menino de 10 anos de idade é levado ao serviço de urgência com quadro de dor progressiva, há 6 horas, no pênis. Ao exame, há aumento de volume da glande e cianose distal. Quais são o diagnóstico e a conduta corretos?
Compartilhar