Questões na prática

Psiquiatria

No Transtorno Obsessivo Compulsivo (TOC), marque a CORRETA:

A
Trata-se de patologia rara na população em geral, com prevalência na ordem de 10/10.000 habitantes.
B
Em geral ocorre de forma isolada, sem estar associada a outros distúrbios psiquiátricos.
C
Não existe aparente substrato anatômico funcional cerebral na gênese desta patologia.
D
Fluoxetina e sertralina estão entre os medicamentos efetivos no controle do TOC.
E
Terapias comportamentais, como exposição gradual ao fator desencadeante, têm resultado pobre, muito inferior à terapia medicamentosa.
Dentre as alternativas abaixo, qual é fator reconhecidamente de pior prognóstico para o carcinoma epidermoide na cabeça e pescoço e justifica uma maior agressividade na tratamento adjuvante:
Homem, com 60 anos, afrodescendente, apresenta anemia, pneumonia bacteriana de repetição, do lombar e osteopenia difusa com fratura patológica de corpos vertebrais. Foi detectada ainda uma insuficiência renal com proteína de Bence Jones no sedimento urinário. Aponte a hipótese diagnóstica mais provável para o caso:
Mulher de 78 anos, aposentada como professora de ensino médio, portadora de doença arterial coronariana, diabetes e insuficiência renal crônica, é submetida a uma avaliação geriátrica ampla, face a crescente necessidade de ajuda para realizar atividades do dia-a-dia, como fazer compras, cuidar das finanças e da casa, por exemplo. Desde que teve uma acidente vascular cerebral há dois anos, se movimenta com a ajuda de um andador. Atualmente faz uso de aspirina, nitrato, diltiagem, forosemida, enalauril e glipizida. No Mini- Exame do Estado Mental (MEEM), apresentou escore de 23/30. Vive só desde que o marido morreu há 1 ano e conta com a ajuda da sobrinha, que tem uma loja próxima, para conseguir comprar mantimentos, pagar contas, limpar o apartamento e ir ao médico quando necessário. Qual o dado apresentado que deve ser considerado como maior fator de risco para mortalidade, independente de outros, nesse caso?
Paciente com lombalgia, sem história de trauma, atendido no pronto-socorro, com exame neurológico normal e contratura da musculatura paravertebral. A suspeita diagnóstica mais provável se o paciente tiver, respectivamente, 10, 30 e 60 anos de idade, é:
Compartilhar