Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Cardiologia

No tratamento atual do DM2 as seguintes afirmações são verdadeiras com exceção de :

A
O Diabetes Mellitus do Tipo 2 é uma doença homogênea e os pacientes apresentam uma grande semelhança em relação aos graus de resistência a ação da insulina e de comprometimento da função da célula beta de modo que o seu tratamento é o mesmo para maioria dos pacientes.
B
As drogas sensibilizadoras da ação da insulina podem ser as de primeira escolha, pois 90% dos DM 2 ao diagnóstico são obesos e apresentam resistência a ação da insulina
C
Existe uma perda progressiva da função da célula beta pancreática e secretagogos de insulina devem ser acrescentados ao tratamento durante a sua história natural quando frequentemente passam a necessitar de insulina exógena
D
A hipertensão arterial, a dislipidemia e as alterações na coagulabilidade sanguínea, quando presentes, devem ser abordadas com o mesmo grau de importância que a hiperglicemia na doença macrovascular
E
O controle da glicemia continua sendo o mais importante pois todas as complicações microvasculares dependem da hiperglicemia crônica.
Analise as alternativas abaixo, acerca da síndrome de secreção inapropriada de hormônio antidiurético (SIADH). I. São uns dos achados essenciais para o diagnóstico da SIADH; a diminuição da osmolaridade efetiva (< 275 mOsm/Kg de água) e osmolaridade urinária > 100 mOsm/Kg de água durante hipotonicidade. II. Sódio urinário > 40 mmol/L com ingestão de sódio na dieta normal. III. Função tiroidiana e adrenal normais. E responda:
Heloísa, 24 anos, gesta III, para 0, aborto II (duas perdas fetais no 2º trimestre), atualmente na 34ª semana de gestação, procura a emergência com cólica, dores em membros inferiores e perda líquida há duas horas, sem sangramento. No exame obstétrico inicial, observa-se líquido amniótico claro e sem grumos saindo pela vagina. Nos membros inferiores nota-se trombose venosa profunda (TVP). Heloísa está agora com 6 cm de dilatação, colo 100% apagado,apresentação em plano“0” de De Lee, líquido de tinto de mecônio. BCF de 110 bpm e cardiotocografia não reativa. A conduta neste momento é:
Síndrome metabólica que acompanha a obesidade mórbida consiste:
Uma paciente de 56 anos é submetida a uma ileocolectomia direita devido à adenocarcinoma apendicular por uma incisão mediana infraumbilical, com anastomose íleo-cólica latero-lateral por sutura manual. Profilaxia de trombose venosa é instituída com heparina de baixo peso via subcutânea e antibioticoprofilaxia parenteral é iniciada na indução anestésica. Com a conduta correta, a paciente evolui bem e recebe alta. Meses após desenvolve distensão abdominal. Uma tomografia computadorizada de abdome mostra a presença de volumosa quantidade de líquido na cavidade peritoneal, formando coleções loculadas de densidade elevada. O tratamento inicial mais adequado neste caso é:
Compartilhar