Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Cirurgia do Aparelho Digestivo

No trauma abdominal podemos afirmar que:

A
Em caso de ferimento toracoabdominal esquerdo por arma de fogo, a política mais segura é a adoção de laparotomia
B
Para fazer a lavagem peritoneal diagnóstica, não é necessário a inserção de sonda nasogástrica e nem de sonda vesical
C
A tomografia axial computadorizada deve ser indicada apenas nos casos graves e com pacientes em choque hipovolêmico
D
Nunca devemos optar pela exploração local de uma ferida abdominal por arma branca, se houver a suspeita que seja superficial
E
Não devemos usar a descompressão brusca para avaliar um trauma abdominal fechado devido ao risco de aumentar o sangramento dos órgãos sólidos
Pré-escolar de três anos é atendido com tosse produtiva, principalmente noturna, e obstrução nasal há 15 dias. A mãe refere infecção de vias aéreas superiores no início do quadro. O diagnóstico provável é:
Há mais de 100 tipos de HPV (vírus do papiloma humano). A vacina contra o HPV, recentemente licenciada para uso, contém os tipos 6, 11, 16 e 18. É correto afirmar que:
Um lactente de 4 meses apresenta história de febre e vômitos há 4 dias. O bebê tem antecedente de ter nascido de gestação de 26 semanas com 960 g. Permaneceu internado até os 3 meses em decorrência de múltiplas complicações, incluindo a presença de hemorragia periventricular grau IV que necessitou a instalação de válvula de derivação ventrículo-peritoneal há aproximadamente 6 semanas. O exame físico revela um bebê pouco responsivo e afebril. O restante do exame é inespecífico. Você decide colher uma amostra do liquor para descartar a possibilidade de meningite. Caso confirmada, esta infecção será provavelmente devida a:
Constituem anomalias encontradas na Tetralogia de Fallot, EXCETO: Referência: MOSS E ADAMS: Doenças do Coração na Criança e no Adolescente - 2000
Compartilhar