Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Num paciente atendido em via pública, com fratura simples de membro inferior, trauma torácico, turgência de jugulares; queda acentuada da pressão arterial; murmúrio vesicular presente e normal bilateralmente, e abafamento de bulhas. A conduta de emergência será:

A
Entubação orotraqueal.
B
Punção venosa com hidratação.
C
Imobilização da fratura.
D
Drenagem torácica.
E
Punção pericárdica.
Uma paciente, 22 anos de idade, diarista, moradora de São Sebastião - região administrativa situada a 25 km da rodoviária do Plano Piloto, deu entrada no pronto socorro e refere febre há três dias, acompanhada de cefaleia, mal estar generalizado, dores musculares e prurido. Foi medicada com sintomáticos e teve alta. Retornou após dois dias com ressurgimento dos sintomas, além de vários episódios de vômitos. Ao exame, apresenta bom estado geral, desidratada +/4+, febril e exantema no tronco e MMII. Refere ter tido dengue em 2002, quando morava em Goiânia e apresentou os mesmos sintomas. O clínico suspeita de dengue e adota algumas medidas. Assinale a alternativa incorreta quanto à medida adotada pelo clínico.
Uma mãe fica muito preocupada ao receber a notícia que seu filho de 3 anos é portador de anemia falciforme. Ela procura tirar todas as suas dúvidas com o médico, mas este, equivocadamente, lhe diz:
Uma adolescente com quadro sugestivo de infecção viral desenvolve icterícia. Na avaliação laboratorial foram evidenciados hiperbilirrubina indireta, discreta anemia com reticulocitose e a presença de esferócitos no sangue periférico. O teste que melhor diferencia a esferocitose hereditária de anemia hemolítica autoimune é:
No sofrimento fetal crônico obstrutivo, o concepto desencadeia mecanismo de defesa que possibilita sua sobrevivência por períodos moderadamente longos. O conhecimento desses mecanismos possibilita ao obstetra através da propedêutica fetal, traçar condutas adequadas. Assinale a sequência correta do agravamento da pO2 fetal.
Compartilhar