Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

Nefrologia

Num paciente chocado em que há suspeita de insuficiência aguda de suprarrenais, quais as alterações eletrolíticas frequentes que dão força à suspeição diagnóstica e orientam para o tratamento imediato com hidrocortisona?

A
Sódio alto e Potássio baixo
B
Sódio e Potássio altos
C
Sódio e Potássio baixos
D
Sódio baixo e Potássio alto
E
Sódio e Potássio normais
Um menino de 8 anos de idade é atendido no ambulatório. Tem história de asma, tratada somente nas crises, com boa resposta. Há três dias apresenta tosse cheia, congestão nasal, febre baixa e desconforto respiratório. Seus pais estavam usando um descongestionante nasal de uso oral, e um xarope fitoterápico para a tosse. Ao exame, o menino apresenta-se bem, com taquipneia (frequência respiratória de 40 ipm), tiragem costal leve e sibilos expiratórios à ausculta. Não há estertores. A taxa de fluxo de pico expiratório (peak-flow-metria) é de 60%. A conduta imediata mais adequada é:
Uma menina de 4 anos de idade apresenta-se com edema periorbitário no início da manhã. Sua albumina sérica é de 1,5 g/dl. O diagnóstico mais provável é:
Uma menina de 14 anos apresenta-se com febre baixa e tosse há 3 semanas. Seu exame radiológico de tórax evidencia uma pneumonia intersticial. O diagnóstico mais provável é:
Uma criança de dois anos de idade apresenta palidez mucosacutânea (++/4+) e é solicitado um hemograma completo, que evidencia uma anemia microcítica. Uma eletroforese de hemoglobina, no seguimento, demonstra um aumento na concentração de hemoglobina A2. Marque a alternativa com o diagnóstico mais provável:
Compartilhar