Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Cardiologia

O abdome agudo é uma das síndromes clínicas mais comuns encontradas na prática médica, sendo caracterizada como uma dor na região abdominal de origem não traumática, de aparecimento súbito e de intensidade variável, associada ou não a outros sintomas. Em relação à síndrome do abdome agudo inflamatório, assinale a alternativa incorreta:

A
A dor periumbilical gradual indica irritação peritoneal visceral, como no caso de apendicite aguda, diverticulite ou outros processos inflamatórios. A dor pode tornar-se mais especificamente localizada à medida que a doença evolui.
B
O material calcificado dentro do apêndice (fecalito) é sinal forte de apendicite aguda em pacientes com dor abdominal ao exame radiológico simples do abdome.
C
O sinal do iliopsoas é uma dor no abdome inferior e região do psoas que é aliviada quando a coxa é fletida contra uma resistência.
D
Polisserosite aguda, febre reumática, porfiria e intoxicação crônica por chumbo são causas raras de dor abdominal aguda, fazendo diagnóstico diferencial com possíveis causas cirúrgicas.
E
A amilase sérica deverá ser dosada e se o nível estiver elevado, geralmente indica pancreatite aguda, embora outras doenças cirúrgicas, como trombose mesentérica e úlcera péptica perfurada devam ser aventadas.
Paciente de 62 anos, previamente hígido, procurou o pronto socorro por melena. Foi submetido à endoscopia digestiva alta, a qual demonstrou úlcera duodenal com vaso visível, sem sangramento ativo. Assinale a alternativa INCORRETA em relação ao caso apresentado:
Paciente feminino, 68 anos, procurou o seu consultório para avaliação de rotina. Relata hipertensão arterial e encontra-se em uso de losartan 50mg ao dia. Nega outras doenças. Os exames iniciais revelaram glicemia em jejum de 132mg/dl, colesterol total de 238mg/dl, HDL colesterol 42mg/dl, triglicerídeos 155mg/dl, função renal normal. Em exame confirmatório a paciente apresenta glicemia em jejum de 128mg/dl. Em relação à conduta a ser tomada neste caso, assinale a alternativa CORRETA:
Paciente com história de hepatite crônica por vírus C, sem seguimento médico ambulatorial há 12 anos, apresenta-se ao pronto socorro com queixa de aumento progressivo de volume abdominal e desconforto respiratório. Ao exame apresenta-se consciente, com aranhas vasculares, eritema palmar, ascite tensa e circulação colateral evidente em parede abdominal. Baseando-se no caso apresentado, assinale a alternativa INCORRETA:
Em pacientes clínicos hospitalizados, NÃO é considerado fator de risco para tromboembolismo venoso:
Compartilhar