Questões na prática

Dermatologia

O aumento na incidência dos casos de carcinoma baso-celular está associado:

A
ao aumento da proporção de pessoas de pele clara na população.
B
à eficiência das campanhas de orientação e prevenção.
C
ao aumento da idade média da população.
D
à migração para a zona urbana de contingentes vindos da zona rural.
E
à lenta evolução do quadro clínico.
O Sr J.A.N.S., 68 anos, tem insuficiência cardíaca grau III, insuficiência renal crônica em tratamento conservador, e apresenta os seguintes exames: Hemácias 879.000/mm³, Hemoglobina 8,9 g/dL, Hematócrito 32%, VCM 82,4 fl, HCM 23 pg, CHCM 28%, RDW 12,9%, Plaquetas 149.000/mm³, Leucócitos 4.200/mm³, B 2%, S 59%, E 2%, M 12% e L 25%. Ureia 69, Creatinina 2,3. PCR > 5,0 (normal até 0,5). Em relação a esse paciente, está CORRETO:
Paciente de 50 anos de idade, tabagista 20 cigarros/dia, há 30 anos, é admitido com história de 3 dias de febre alta, tosse produtiva, expectoração amarela, dor torácica e dispneia progressiva. Ao exame, estava pálido, leve icterícia de mucosas, com batimentos de aletas nasais, frequência respiratória de 34 incursões por minuto, pressão arterial de 90 x 60 mmHg. RX de tórax mostra condensação alveolar em terço médio e superior de pulmão direito, hemograma com 18500 leucócitos com 7600 bastões, ureia de 60 (normal até 40), creatinina de 1,6, bilirrubinas de 3,5 mg%. Mesmo com hidratação vigorosa, a pressão arterial do paciente não se altera na emergência, e o mesmo é admitido na Unidade de Terapia Intensiva. Terapêutica mais adequada é:
Paciente portador de HIV, chega ao ambulatório com resultado de PPD - induração de 6mm. A conduta correta, considerando que não tem qualquer sintoma, é:
Assinale a alternativa correta em relação a febre:
Compartilhar