Questões na prática

Cirurgia

Endocrinologia

Hematologia

Cirurgia do Aparelho Digestivo

O câncer de esôfago é a sexta causa de neoplasia no mundo e a terceira do trato digestivo. Baseado nestas informações, marque o item INCORRETO.

A
O carcinoma epidermoide é a mais comum neoplasia de esôfago, embora o adenocarcinoma venha aumentando em incidência nos últimos tempos.
B
Os sintomas mais comuns do câncer de esôfago são disfagia, perda de peso, dor, vômitos e tosse.
C
Fatores de risco relacionados à neoplasia de esôfago incluem esôfago de Barrett, acalásia, tilose, lesões cáusticas, síndrome de Plummer-Vinson e tabagismo.
D
A disseminação da neoplasia pode dar-se por via linfática, hematogênica, continuidade ou contiguidade.
E
O diagnóstico é frequentemente feito em fases iniciais da doença, como consequência dos sintomas precoces da neoplasia.
São doenças ou agravos de notificação compulsória:
Homem 25 anos, trabalhador braçal, vem aos seus cuidados médicos e relata ser portador de comportamento aberrante, o qual você diagnosticou como “parafílico”. Descreve o paciente, que quando em locais com grande concentração de pessoas ou veículos de transporte coletivo, sente prazer em atritar seus genitais contra o corpo de uma mulher, mesmo sem seu consentimento e ainda que lhe cause constrangimento. Relata ainda, que ao fazê-lo, ele fantasia um relacionamento exclusivo e carinhoso com a vítima. O enquadramento acima descrito é compatível com qual das parafilias abaixo citadas ?
Uma mulher de 30 anos, com queixa de diplopia e fraqueza nos braços e pernas, apresenta paresia do VI par craniano, diminuição de força proximal de membros superiores e inferiores e anticorpo antirreceptor de acetilcolina positivo. O diagnóstico MAIS PROVÁVEL é de:
Que eletrólito é mais importante na reposição do grande queimado ? Referência: MARCONDES, E. Pediatria Básica - tomo II - São Paulo: Sarvier, 2003
Compartilhar