Questões na prática

Clínica Médica

Neurologia

O clínico geral solicitou para um arquiteto de 40 anos de idade, com queixa de cefaleia intermitente, um exame de ressonância magnética que mostrou um cisto coloide no terceiro ventrículo. A complicação mais comum dessa lesão é:

A
Hemianopsia bitemporal.
B
Ataxia de marcha.
C
Atrofia óptica.
D
Oscilopsia.
E
Hidrocefalia.
Entende-se por “ÍLEO BILIAR”:
Paciente vítima de trauma contuso abdominal, deu entrada na sala de emergência pelo SAMU – Suporte Básico de Vida – com F.C.: 130 bpm, P.A.: 100 x 60 mmHg, F.R.: 20 ipm. A equipe de atendimento pré-hospitalar informa que foram pegos dois acessos venosos periféricos e infundido 1 000 mL de SRL durante o deslocamento. Durante o atendimento intra-hospitalar foram infundidos mais 1 000 mL da mesma solução cristalóide aquecidos a 39 ºC. Na reavaliação da etapa de reanimação, paciente apresentou F.C.: 140 bpm, P.A.: 90 x 40 mmHg, F.R.: 24 ipm. Pode-se afirmar que:
Homem, 60 anos, diabete melito tipo 2, hipertenso de longa duração, fumante com baixa adesão ao tratamento anti-hipertensivo . É atendido na emergência com PA = 250 x 150 mmHg, cefaleia intensa, visão borrada, vômitos e crise convulsiva. Fundo de olho evidencia edema de papila. Em relação ao diagnóstico e conduta, é correto afirmar que se trata de
Em Recém-Nascido (RN) a termo, o que caracteriza a icterícia fisiológica?
Compartilhar