Questões na prática

Clínica Médica

Endocrinologia

O diabete melito é uma patologia de elevada morbi-mortalidade associada. A prevenção da patologia e suas complicações pode ser efetuada na atenção básica. É considerada prevenção primária:

A
Identificação de casos não diagnosticados de diabete melito para tratamento
B
Intensificação do controle de pacientes já diagnosticados visando prevenir complicações agudas e crônicas.
C
Atuar nos fatores de risco para diabete melito como sedentarismo, obesidade e hábitos alimentares não saudáveis.
D
Intensificar as internações hospitalares.
E
Controle da glicemia nas Unidades de Saúde.
O escore de Apgar é um bom método para avaliação do recém-nascido na sala de parto e pode ser um bom auxiliar na identificação das crianças que necessitam de medidas de ressuscitação. Das opções abaixo, aquela que está relacionada com os cuidados de rotina no atendimento de bebês na sala de parto é:
Paciente de 62 anos, masculino, com insuficiência renal crônica terminal, ocasionada por nefropatia diabética, é internado por fratura de colo de fêmur. Apresenta os seguintes exames laboratoriais: cálcio sérico- 10,2 mg/dl; fósforo- 5,5 mg/dl e PTH (paratormônio) intacto de 22 pg/ml (valor de referência- 10-65 pg/ml). Durante a cirurgia, foi realizada uma biópsia óssea. O achado mais provável é de:
Um paciente de 80 anos de idade, PS 2, com câncer de próstata, refratário ao tratamento hormonal, apresenta metástases ósseas. Encontra-se em tratamento com quimioterapia e bisfosfonato. Sua dor é inicialmente bem controlada com morfina de liberação prolongada, 60mg, 2X/dia, com resgate de morfina de curta duração. Caso a sua dor aumente, todas as abordagens a seguir podem ser aceitáveis, EXCETO:
Os diuréticos são drogas usualmente empregadas no tratamento da hipertensão arterial e da insuficiência cardíaca. Entre as alternativas abaixo, sobre esse tipo de droga, assinale a correta.
Compartilhar