Questões na prática

Pediatria

Pediatria Geral

Otorrinolaringologia

O diagnóstico da fistula do segundo arco branquial deve ser firmado por:

A
presença de orifício ao longo da borda lateral do músculo esternocleidomastoideo
B
presença de orifício ao longo da borda medial do músculo esternocleidomastoideo
C
presença de orifício na região pré-auricular
D
ultrassonografia da região cervical
E
fistulografia com contraste não iônico
Mulher, 18 anos de idade, foi internada com queimação em região epigástrica há cerca de 20 horas. Associado ao quadro, vem notando zumbido em ambos os ouvidos. Ao exame físico, apresenta FR=34 ipm, FC=100 bpm, PA=120x78 mmHg. Não há descompressão brusca ou visceromegalias ao exame abdominal. Informou fazer uso crônico de aspirina e dipirona para tratamento de cefaleia. Assinale a alternativa que provavelmente traduzirá os achados gasométricos e eletrolíticos da paciente:
Homem, 30 anos de idade, indigente, trazido ao pronto-socorro por queda do estado geral e tosse seca, não produtiva. Ao exame, encontrava-se desidratado ++/4, descorado ++/4, taquipneico (FR = 35 ipm) e febril (37,6ºC). Apresentava pectorilóquia áfona e sopro tubário em ápice à direita, em dorso. Assinale a alternativa correta:
Paciente portador de prótese metálica aórtica, em uso de anticoagulante oral, com equimoses em membros superiores e inferiores, hemodinamicamente estável, apresentando hemoglobina de 11 g/dl e INR (International Normalized Ratio) de 15,3. Assinale a alternativa correta com relação à intervenção terapêutica:
Paciente, 31 anos de idade, G3P2A0, com o tempo de amenorreia de 25 semanas queixava-se de dor lombar há 3 dias, associada com polaciúria. Relatou também calafrios, náuseas e vômitos há 12 horas. Trouxe ultrassom de primeiro trimestre com a idade gestacional. Ao exame: temperatura axilar 39,1ºC, atividade uterina não perceptível; BCF = 136 bpm: colo fechado, grosso posterior. A hipótese diagnóstica e a conduta são:
Compartilhar