Questões na prática

Pediatria

Otorrinolaringologia

Doenças Respiratórias

O diagnóstico da sinusite na infância baseia-se obrigatoriamente:

A
na história.
B
em raio X de seios da face.
C
em tomografia computadorizada de seios da face.
D
em transiluminação dos seios da face.
E
em nasofibroscopia.
Acerca das Pneumonias Adquiridas na Comunidade (PAC) em pacientes imunocompetentes, assinale a opção correta.
Assinale a opção correta com relação aos cuidados no pós-parto e à amamentação.
Lucas, 7 meses, não está mais sendo amamentado, pois sua mãe Nicole mudou-se para São Paulo, deixando o bebê sob os cuidados da avó. Lucas nasceu de parto normal, com 35 semanas de gestação, pesando 2.300 gramas. Vivem em casa própria (de material aproveitado) no Pirambu (bairro da periferia de Fortaleza), a avó, 2 filhas solteiras, Lucas e mais 3 crianças de 2, 3 e 5 anos. A renda mensal da família é de R$ 150,00 reais que uma das filhas recebe como “flanelinha”. Considerando a idade de Lucas e as condições familiares, qual o esquema alimentar mais eficaz para o adequado crescimento e desenvolvimento de Lucas:
Fabiana, 14 anos, veio acompanhada com a mãe à consulta com seu médico de família. Fabiana queixa-se de “espinhas” e muito preocupada, pois ainda “não ficou menstruada e todas as amigas já ficaram”. Ao examinar Fabiana, o médico avaliou de acordo com a classificação de Tanner, que Fabiana se encontrava nos estádios M3, P3. Peso: 46Kg e Estatura: 1,55 m. Ao examinar Fabiana em posição ortostática, tronco ereto e face posterior do tronco para o examinador, percebeu discreta assimetria dos ombros e escápula direita proeminente. Ao solicitar que Fabiana realiza-se uma inclinação toracoabdominal no sentido anterior, verificou discreta assimetria na parede torácica. Fabiana não referiu dor lombar ou em qualquer ponto da coluna vertebral. O MFC solicitou RX da coluna (ântero-posterior e perfil) tendo como resultado: ângulo de Cobb igual a 10°. Qual a principal hipótese diagnóstica e conduta mais adequada?
Compartilhar