Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

O diagnóstico de angina pectoris é baseado na anamnese e no exame clínico, e as medidas não farmacológicas e o tratamento farmacológico podem ser iniciados com base apenas nestes parâmetros clínicos. Contudo, o estadiamento da insuficiência coronariana é necessário para avaliação prognóstica e da necessidade de outras formas de tratamento. Identifique, nas situações discriminadas abaixo, aquela em que NÃO são encontrados critérios definidores de gravidade:

A obstrução e a secreção nasais, acompanhadas de tosse diuturna, que permanecem por 10 dias, fazem pensar, em especial quando precedidas de infecção de vias aéreas superiores, no seguinte diagnóstico:
Com relação à associação entre cólica do lactente e alimentação, assinale a resposta correta:
Uma mulher de 28 anos de idade procurou o ambulatório de clínica médica, relatando que há um mês vem apresentando fadiga e fraqueza. Seu exame clínico estava nos limites normais. Nos exames laboratoriais realizados destacaram-se: cálcio sérico ionizado de 8,2 mg/dL (valores de referência: entre 4,6 mg/dL e 5,0 mg/dL); paratormônio = 96 pg/mL (valores de referência: entre 11 pg/mL e 54 pg/mL) e albumina sérica normal. Com base nesses dados, julgue o item a seguir. A hiperplasia (de duas ou mais) glândulas paratireoides é a causa mais frequente dessa doença.
Em relação a esofagite por ingestão de agentes corrosivos é correto afirmar que:
Compartilhar