Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

O diagnóstico de pré-eclâmpsia deve ser suspeitado quando encontramos hipertensão arterial materna e proteinúria, associados ou não a edema generalizado. Caracteriza pré-eclâmpsia grave quando:

A
PA > 160 x 110mmHg e proteinúria > 5g/24h
B
PA entre 140 x 100mmHg a 160 x 110mmHg e proteinúria > 5 g/24h
C
PA > 180mmHg e proteinúria > 10 g/24h
D
PA > 160mmHg e proteinúria entre 2 e 5 g/24h
E
PA > 160mmHg e presença de convulsão
Quando, na Síndrome de Cushing, houver alcalose hipocalêmica importante, a causa da síndrome deve ser:
Alcoólatra é admitido após queda da própria altura, em estado de coma profundo e com exame neurológico relevando hiperpneia neurogênica, pupilas mediodilatadas e não fotorreagentes, diminuição do reflexo oculocefálico e esboçando postura de descelebração à direita. O local provável da lesão é:
Paciente com 40 semanas de gestação é submetida a parto vaginal, com período expulsivo prolongado. Neonato nasce com gasping, cianose central e com hipoatividade.Qual a melhor conduta na assistência a esse recém-nascido?
Recém-nascido com 33 semanas de idade gestacional, com peso de nascimento de 1440g, evolui com insuficiência respiratória, imediatamente após parto cesariana por doença hipertensiva específica da gestação. Gestante recebeu betametasona 24 horas antes do parto. O neonato apresentou gemência, tiragem intercostal, taquipnéia e cianose central. Qual o provável diagnóstico da doença do neonato?
Compartilhar