Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Otorrinolaringologia

São considerados fatores de risco para osteoporose:

A
Raça branca, tabagismo, ingestão excessiva de cafeína.
B
Deficiência de fósforo, hipogonadismo, sexo masculino.
C
Menopausa precoce, idade acima de 50 anos, baixa estatura.
D
Ingestão excessiva de álcool, sexo feminino, raça negra.
Homem com 38 anos de idade, pedreiro, vem à Unidade Básica de Saúde com relato de dor lombar contínua há uma semana, aos esforços acentuados, a qual não causa limitação de suas atividades diárias. Informa, com bastante firmeza, diminuição da sensibilidade na face lateral da perna esquerda. Ao exame físico apresenta dor à digitopressão lombar com teste de Lasègue negativo bilateralmente. A conduta a ser adotada na sequência deve ser:
Homem com história de impotência sexual progressiva e claudicação intermitente de longa data (> 1 ano), que tem se agravado. Ao exame clínico percebe-se acentuada diminuição dos pulsos femorais. Deve-se pensar em:
Paciente do sexo feminino, 71 anos, antecedentes de fratura de fêmur com osteossíntese há 2 anos, doença arterial coronária submetida e insuficiência cardíaca diastólica. Há cinco dias internou na unidade de terapia intensiva por broncopneumonia e insuficiência respiratória, tendo sido necessário ventilação mecânica. Há dois dias respira espontaneamente com suplemento de oxigênio por máscara. Desde então, apresenta períodos com sonolência excessiva, dificuldade de manter a atenção e pensamento desorganizado. Qual das seguintes afirmações sobre a epidemiologia do delirium em idosos é FALSA?
Os defeitos da parede abdominal anterior e os da região inguinal são relativamente frequentes na criança e é tratado por cirurgião pediátrico. Referente às doenças apresentadas e a conduta preconizada podemos afirmar:
Compartilhar