Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia Geral

O risco pré-operatório em cirurgias eletivas pode ser predito por alterações clínicas de uma determinada população. A classificação da Sociedade Americana de Anestesiologia (ASA) criou uma classificação que se baseia no exame clínico. Quanto a esta classificação é correto afirmar que:

A
Pacientes ASA I podem se submeter a qualquer tipo de anestesia.
B
Pacientes ASA VI são definidos como graves e que as cirurgias propostas ou o tratamento conservador terão o mesmo prognóstico e a sobrevida é alta.
C
Pacientes portadores de patologia sistêmica única compensada, sem influência nas atividades normais são classificadas como ASA II.
D
Pacientes ASA I são aqueles com patologia sistêmica leve sem interferência com a anestesia.
E
N.r.a.
Uma criança de 2 anos de idade é levada a você porque se recusa a usar o braço direito. Há dor ao toque e ela não segura objetos com a mão esquerda. Negam trauma, mas recentemente a mãe puxou o seu braço quando ela se recusou a subir as escadas. A conduta a ser tomada no caso relatado na questão é:
Mulher de 25 anos, com diagnóstico de colelitíase sintomática foi internada com a programação de videocolecistectomia eletiva no Hospital Santa Rosa. É portadora de cardiopatia congênita e já foi submetida à colocação de prótese valvar. Você, como residente, no planejamento operatório dessa paciente, deve tomar como conduta:
Um paciente de 60 anos é portador de doença ulcerosa péptica gástrica de longa data. Já realizou mais de 15 endoscopias nos últimos 30 anos. Apresentou um episódio de hemorragia digestiva alta por úlcera gástrica há 02 anos. Há 20 dias realizou uma nova endoscopia que evidenciou uma nova úlcera pré-pilórica. A biópsia foi negativa para neoplasia e para a coloração de giemsa. Sua dosagem sérica de gastrina está normal. Sua esposa deseja que o paciente realize uma cirurgia com menor mortalidade. A melhor escolha do seu médico é:
Uma senhora de 72 anos de idade, diabética, hipertensa e tabagista, relata que apresenta dor abdominal além de massa palpável em região de mesogástrio e epigástrio de crescimento progressivo. Após avaliação médica teve diagnóstico de aneurisma de aorta abdominal volumoso infrarrenal. Considerando o diâmetro do aneurisma, a partir de quantos "cm" esta doença apresenta indicação cirúrgica?
Compartilhar