Questões na prática

Cirurgia

Cirurgia do Trauma

Cirurgia Geral

O suporte nutricional enteral é utilizado como terapia de rotina em pacientes com deficiência proteico-calórica, disfagia severa, grandes queimaduras, ressecção intestinal e fístulas, enquanto uma porção do trato digestivo ainda mantém sua capacidade absortiva. Sobre nutrição enteral, assinale a alternativa incorreta:

A
A glutamina deve ser administrada rotineiramente nos pacientes queimados e politraumatizados.
B
As dietas oligoméricas são as mais utilizadas, porém não são indicadas na pancreatite aguda.
C
As dietas ricas em arginina têm sido relacionadas com maior mortalidade nos pacientes com sepse.
D
A super alimentação é condenável por estar relacionada à hiperglicemia e ao aumento do risco de infecção.
E
Nos pacientes onde o aporte nutricional ideal não pode ser atingido com a via enteral, a associação da nutrição parenteral pode trazer benefícios.
Paciente dá entrada na UTI com quadro de dor abdominal intensa, irradiada para o dorso e síncope. Paciente apresenta-se hipertenso, taquicardico e pálido. À palpação abdominal há massa pulsátil evidente. Frente aos sinais clínicos podemos afirmar:
Paciente vítima de trauma abdominal há 3 horas, dá entrada no setor de emergência com retenção urinária. O exame clínico não mostra sinais de irritação peritoneal, mas há equimoses em períneo e saída de sangue pelo meato uretral. Há necessidade de drenagem da urina, isto poderá ser realizado por meio de:
Pré–escolar de 3 anos, com diagnóstico de asma grave e pneumonia de repetição é encaminhado a centro de referência para imunobiológicos especiais, para vacinação complementar. Seu esquema de imunização básica está completo. As vacinas que deverão ser indicadas, de acordo com as normas do Ministério da Saúde, são:
Um recém-nascido a termo, com peso de nascimento de 2900 g, está em aleitamento materno exclusivo, no alojamento conjunto, aguardando a alta materna. No 3º dia de vida, seu peso é de 2600 g e apresenta icterícia até Zona IV de Kramer. O grupo sanguíneo do recém-nascido é O Rh negativo e a bilirrubina total é 17,0 mg/dl. A conduta mais adequada é:
Compartilhar