Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

O teste sorológico mais específico para o diagnóstico de infecção aguda pelo vírus Epstein-Barr é a dosagem de:

A
IgM anti-VCA (antígeno do capsídeo viral).
B
Anticorpos anti-EA (antígeno inicial).
C
Anticorpos de Paul-Bunnell.
D
IgG anti-VCA (antígeno do capsídeo viral).
Com relação aos critérios de algumas patologias, julgue o item. As linfadenomegalias são bastante comuns em crianças, mas a adenomegalia auricular posterior, epitroclear ou supraclavicular devem ser encaradas como anormais.
No item a seguir, é apresentado um caso clínico hipotético relativo às doenças do recém-nascido e do lactente, seguido de uma assertiva a ser julgada. Um paciente de 4 meses de vida apresenta quadro de cianose desde o nascimento e com piora progressiva. Apresenta taquipneia e piora da cianose durante o choro, levando à palidez e, algumas vezes, apresenta síncope (crises de hipóxia). O raio X de tórax mostra o coração em formato de 'tamanco holandês', em consequência da estenose pulmonar infundibular com hipertrofia ventricular direita; o ECG mostra desvio do eixo para a direita por hipertrofia ventricular direita e o ecocardiograma descreve a cardiopatia como uma tetralogia de Fallot. Nesse caso, a presença de estenose pulmonar, comunicação interventricular perimembranosa subaórtica, cavalgamento da aorta e hipertrofia ventricular direita confirmam tal diagnóstico.
Considerando a importância da avaliação clínica e laboratorial pré-operatória no preparo de pacientes para operações eletivas, julgue o item a seguir. A dosagem de glicemia de jejum é mandatória em pacientes com colelitíase, em decorrência da levada prevalência de intolerância à glicose nesses pacientes.
As queixas de epigastralgia, ou desconforto abdominal alto, são comuns na prática clínica. A gravidade dos sintomas e a presença de queixas associadas a esses sintomas determinam a investigação complementar. Com base nessas informações, julgue os itens de 29 a 32. A síndrome do esvaziamento gástrico precoce (síndrome de dumping) é mais comum após a gastrectomia total ou parcial com reconstrução à Billroth II, — gastrojejunoanastomose — do que após a reconstrução à Billroth I — gastroduodenoanastomose.
Compartilhar