Questões na prática

Clínica Médica

Pneumologia

O tratamento da asma no período intercrise em crianças portadoras de asma persistente leve é:

A
higiene ambiental associada à beta2-agonista de longa duração e corticoide inalatório em dose baixa ou média mais beta2 agonista de curta duração se necessário
B
somente beta2-agonista de curta duração nas crises
C
higiene ambiental associada ao uso de corticoide inalatório em dose baixa ou média, e beta2-agonista de curta duração se necessário
D
beta2-agonista de longa duração associado ao uso de corticoide inalatório em dose média ou alta, e beta2-agonista de curta duração se necessário
E
corticoide inalatório em dose baixa ou média, e beta2-agonista de curta duração se necessário
Em relação à hérnia diafragmática congênita, identifique se as afirmativas abaixo são verdadeiras (V) ou falsas (F). ( ) É mais frequente à esquerda e em 50% dos casos está associada a outras malformações, como defeitos do tubo neural, defeitos cardíacos e malrotação intestinal. ( ) Em alguns casos, pode ter curso clínico assintomático e ser diagnosticada casualmente após a realização de uma radiografia de tórax. ( ) A hipoplasia pulmonar, a hipertensão pulmonar persistente e a deficiência de surfactante são fatores que dificultam o manejo ventilatório dos pacientes com formas graves da doença. ( ) A passagem de sonda gástrica calibrosa mantida sob aspiração contínua, a hiperventilação e a sedação são as estratégias mais indicadas para manejo clínico do paciente antes do tratamento cirúrgico. ( ) O tratamento cirúrgico, com redução do intestino intratorácico e fechamento do defeito diafragmático, é considerado uma emergência e deve ser realizado preferencialmente nas primeiras 6 horas de vida. Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo.
Lactente de 2 meses com história de ruído inspiratório de início aos 20 dias de idade após quadro de infecção viral. A mãe refere que o quadro piora com o choro e quando a criança se agita. Ao exame físico apresenta estridor inspiratório, bom estado geral, eutrófica. Qual o diagnóstico dessa criança?
Qual a hipótese diagnóstica e a principal associação em caso de criança de 18 meses com taquicardia incessante?
Uma mulher de 30 anos de idade apresenta-se com queixa de febre e artrite. Há sete dias, iniciou com dor intensa em joelho direito, seguida de dor em punho esquerdo, e febre não mensurada. Ao exame físico, estava com temperatura de 38,5 graus e evidência de artrite de joelho direito. O exame do punho esquerdo mostra edema e rubor sobre a superfície extensora, que se estende fora dos limites da articulação. Havia presença de vesículas hemorrágicas na planta do pé esquerdo. Ela traz exames realizados no posto de saúde, com provas de atividades inflamatórias alteradas, uma ASO (antiestreptolisina O) de 500 U (valor normal: até 100 U). Não trouxe hemograma. Com relação a esse caso, é correto afirmar:
Compartilhar