Questões na prática

Clínica Médica

Pediatria

Neurologia

Neuropediatria

Os aspectos que ajudam a definir uma crise convulsiva febril benigna são:

A
história familiar positiva para convulsões febris e crises convulsivas generalizadas.
B
duração inferior a 15 minutos e crises parciais com generalização secundária em criança de dois anos de idade.
C
história familiar de epilepsia e crises generalizadas num bebê de 10 meses.
D
crises focais que duram mais de 15 minutos, sem história familiar de convulsões.
E
convulsões generalizadas em paciente com sinais neurológicos focais.
I.F.S., menino de 3 anos de idade em acompanhamento em serviço de referência por diagnóstico de nefroblastoma, aguardando tratamento cirúrgico, é levado ao pronto atendimento, por sua mãe, devido a queixas de diarreia há um dia, com cinco episódios de evacuação líquidas sem produtos patológicos, diminuição da ingestão alimentar e discreta diminuição do volume urinário. Não refere vômitos ou febre. As mucosas estão úmidas e coradas. A criança está alerta brincando pelo consultório. O exame abdominal revela discreto desconforto difuso, sem peritonismo, além da massa abdominal palpável. Aproveitando a oportunidade da consulta médica, a mãe do paciente resolve tirar algumas dúvidas sobre o transporte dele no carro. Com base nas informações apresentadas no caso clínico e conhecimentos correlatos, julgue o item a seguir. O nefroblastoma, ao contrário do neuroblastoma, costuma atravessar a linha média do abdômen.
Marque a afirmativa correta.
Lactente de dez meses apresenta quadro intermitente de distensão abdominal e vômitos biliosos associados a retardo no crescimento. Na história neonatal, apresentou retardo na eliminação de mecônio, evoluindo com constipação crônica. O diagnóstico mais provável para esse caso é:
Glaucoma Primário de Ângulo Fechado, assinale a alternativa correta:
Compartilhar