Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Endocrinologia

Os distúrbios da motilidade esofágica são alterações funcionais e interferem na deglutição ou produzem disfagia sem qualquer obstrução mecânica. Os sintomas de regurgitação, perda de peso, disfagia após ingestão inicial de líquidos gelados, hipomotilidade e aumento da incidência de câncer de esôfago são características comumente encontradas em:

A
espasmo esofagiano difuso.
B
esôfago em quebra nozes.
C
esfíncter esofágico inferior hipertensivo.
D
síndrome de Plummer - Vinson.
E
Acalásia.
Sobre distúrbios respiratórios do período neonatal, está INCORRETO afirmar que:
Sobre a utilização da ecografia torácica no manejo das efusões pleurais parapneumônicas em pacientes pediátricos, podemos considerar como limitação(ões) intrínseca (s) do método diagnóstico:
Pedro, 2 anos de idade, chega ao PS com história de febre alta há 1 dia associada a vômitos e queda do estado geral. Ao exame físico, apresentava-se em mau estado geral, má perfusão periférica, sem sinais meníngeos e sem déficits neurológicos focais e presença de petéquias em face e tronco. Realizada coleta de LCR por punção lombar, obtivemos o seguinte resultado de exame: 200 leucócitos por mm³, sendo 80% neutrófilos, proteinorraquia de 40 mg/dl e glicorraquia de 50 mg/dl. Em relação ao diagnóstico, o mais provável é:
Paciente de 45 anos chega ao pronto-socorro com hematêmese e melena com 4 horas de duração. Apresenta diagnóstico de cirrose por vírus C com uso regular de espironolactona e furosemida. Na admissão, PA 90/60, FC 88 bpm, Fr 22 ipm. Em relação ao caso, é correto afirmar:
Compartilhar