Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Os divertículos esofageanos são extrusões saculares da parede do esôfago. Os sintomas de disfagia, regurgitação de alimentos não digeridos e halitose sugerem o diagnóstico de:

A
Divertículo do terço médio do esôfago.
B
Divertículo de Zenker.
C
Divertículo epifrênico.
D
Diverticulose intramural difusa.
Adolescente de 14 anos, goleiro do time de sua escola, queixa-se de dor na região anterior do joelho esquerdo, que piora com a dígito-pressão e na subida e descida de rampas. Exame físico: aumento do volume local com tumefação do tubérculo tibial anterior. Radiografia simples de perfil: irregularidade e presença de ossículo junto à tuberosidade anterior da tíbia. A principal hipótese diagnóstica é:
A vacina contra o Haemophilus influenzae tipo B
Paciente de 39 anos, do sexo feminino, em um intervalo de cinco meses apresenta o segundo episódio de vertigem. Sem zumbido ou hipoacusia, sem história de trauma craniano, e acompanhada por náuseas, a vertigem tem curta duração e acontece quando a paciente olha para cima ou rola na cama. No exame físico, a manobra de Dix Hallpike provoca um nistagmo com menos de 30 segundos de duração, que reduz de intensidade com a repetição da manobra. O diagnóstico MAIS PROVÁVEL é:
O que diferencia a síndrome de Asperger do autismo?
Compartilhar