Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Os fatores prognósticos do adenocarcinoma de endométrio são:

A
Tipo histológico, invasão miometrial, obesidade e fatores genéticos
B
Tipo histológico, hipertensão, tamanho do tumor e idade da paciente
C
Grau de diferenciação celular, raça negra, hiperplasia endometrial
D
Grau de diferenciação celular, tipo histológico, associação com hiperplasia endometrial
E
Grau de diferenciação celular, receptores hormonais e hipertensão
Homem, 65 anos de idade, procura atendimento com queixa de dor em panturrilha direita enquanto deambula, com piora progressiva, necessitando interromper a marcha a cada 100 metros aproximadamente. O paciente é hipertenso e tabagista há 40 anos. Nega diabetes. Ao exame físico, ausência de lesões tróficas nos membros; à direita, ausência de pulsos femoral, poplíteo ou distais; à esquerda, presença de pulso femoral, porém ausência de pulsos poplíteo ou distais. Em relação a esse caso clínico, assinale a alternativa correta.
Sobre o câncer de rim afirma-se que:
Recém-nascido com 38 semanas de idade gestacional; peso de nascimento 3.250 g; parto cesárea; líquido amniótico claro; Apgar 8 e 9. Encontra-se com 36 horas de vida, assintomático, frequência respiratória de 55 irpm, em aleitamento materno no alojamento conjunto. No exame de oximetria de pulso, o resultado foi de 97% no membro superior direito e no membro inferior, de 92%. A conduta e a principal suspeita diagnóstica são, respectivamente:
Homem branco com 74 anos, fumante, hipertenso, com cardiopatia isquêmica e angioplastia prévia, procura a emergência com dor abdominal de média intensidade há 4 horas. Ecografia abdominal não visualiza outras patologias, exceto um aneurisma de aorta abdominal de 8,6 cm de comprimento com 5,8 e 5,2 cm de diâmetros anteroposterior e laterolateral que o paciente desconhecia ter. Qual é a melhor conduta em relação ao caso clínico?
Compartilhar