Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Os fatores prognósticos do adenocarcinoma de endométrio são:

A
Tipo histológico, invasão miometrial, obesidade e fatores genéticos
B
Tipo histológico, hipertensão, tamanho do tumor e idade da paciente
C
Grau de diferenciação celular, raça negra, hiperplasia endometrial
D
Grau de diferenciação celular, tipo histológico, associação com hiperplasia endometrial
E
Grau de diferenciação celular, receptores hormonais e hipertensão
É fator de risco para doença associada ao Clostridium difficile, em idosos internados em enfermaria de hospital geral, para tratamento com antibióticos.
Paciente negro, 45 anos, internado no HCTCO há 25 dias, com quadro de empiema pleural, BAAR negativo em três amostras, biópsia pleural inespecífica, apresentando ao raio- X: dreno tórax bem posicionado, nível hidroaéreo, espessamento pleural e cavidade empiemática com mais ou menos 350 ml. Qual a melhor conduta?
A.T.N., sexo masculino, 49 anos, bancário, apresenta tumoração arroxeada, depressível, medindo 3 mm de diâmetro, na face flexora do antebraço esquerdo. Em episódios de variação de temperatura ambiente, a lesão apresenta-se dolorosa, além de mostrar halo claro ao seu redor. Dos diagnósticos listados a seguir, o mais provável é:
Analise as seguintes afirmativas relacionadas ao tratamento das fraturas expostas: I - Todo desbridamento deve ocorrer em ambiente cirúrgico, sob condições rigorosas de assepsia. II - O desbridamento ósseo implica a exposição dos dois extremos do foco fraturário: a limpeza da cavidade medular e a remoção de pequenos fragmentos corticais desvitalizados. III - A cirurgia de desbridamento deve, preferencialmente, ser realizada com isquemia. Está (ão) CORRETA (S):
Compartilhar