Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Os indivíduos com síndrome coronariana aguda (SCA) representam um espectro de pacientes, desde aqueles com angina instável até aqueles com infarto do miocárdio sem elevação do segmento ST. Com base nisso responda a alternativa incorreta.

A
Podemos diferenciar esses pacientes com base nos sintomas clínicos e nos achados do eletrocardiograma.
B
Três quartos dos pacientes com síndrome coronariana aguda apresentam eletrocardiograma anormal
C
A angina instável pode ter outras causas além da ruptura da placa aterosclerótica
D
Os níveis de troponina T ou I aumentam 3 a 12 horas após o início do infarto do miocárdio
E
O grupo de pacientes com proteína C-reativa acima de 3 mg/l representam o grupo de alto risco.
Gisele, 29 anos, apresenta-se em trabalho de parto após gestação de 39 semanas. Foi diagnosticada durante o 2º trimestre da gestação como tendo diabetes gestacional e tratada com dieta. O exame ultrassonográfico mostrou um feto com peso de 4000g e não se identificou nenhuma anomalia congênita. Após um parto prolongado, caracterizado pela falta de descida da cabeça foi diagnosticado desproporção cefalopélvica e feita a intervenção cirúrgica (cesariana). Nasceu um neonato pletórico, com peso de 4000g. Constatou-se que o neonato exibia esforços respiratórios irregulares e uma freqüência cardíaca de 100 bpm logo após o nascimento. O índice de Apgar no 1º minuto foi de 5; o pH do cordão umbilical foi de 7,10. Este neonato está em risco dos eventos abaixo, exceto:
Com relação à Síndrome HELLP, considera-se que:
Um paciente epiléptico geralmente faz diversos EEG. A maioria destes é normal, mas quando é alterado, esta alteração é bem própria de Epilepsia. Assim, podemos afirmar que o EEG possui:
Ao interpretar o resultado do teste ergométrico de um aviador de 35 anos de idade, assintomático, o médico deverá considerar que:
Compartilhar