Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Infectologia

Os pacientes abaixo serão submetidos a tratamento cirúrgico odontológico com risco de desenvolvimento de bacteremia: I. Menino de 5 anos de idade que foi submetido à ventriculosseptoplastia com retalho de pericárdio bovino há 4 meses. II. Menina de 10 anos de idade portadora de dupla lesão aórtica reumática leve. III. Menina de 5 anos de idade que foi submetida à ventriculosseptoplastia com retalho de percárdio bovino há 1 ano com uma pequena comunicação interventricular residual ao lado do retalho de pericárdio bovino. IV. Menina de 15 anos de idade portadora de prolapso do folheto posterior da válvula mitral com insuficiência mitral moderada. V. Menino de 2 anos de idade que foi submetido à cirurgia de Blalock-Taussig (shunt entre as artérias subclávia direita e pulmonar direita) há 8 meses devido a quadro clínico de Tetralogia de Fallot de má anatomia. Devem receber profilaxia para endocardite bacteriana os pacientes:

A
I, II e III, apenas.
B
II, III e V, apenas.
C
II, IV e V, apenas.
D
I, III e V, apenas.
E
III, IV e V, apenas.
Lactente com 3 meses de idade procura o Posto de Saúde com queixa de tosse persistente há 3 semanas, gemente e inapetente há 2 dias. Nega febre durante toda a doença. Nascido de parto normal, a termo, peso adequado para idade gestacional, Apgar 9, 10. Consultas anteriores: aos 7 dias de vida, icterícia fisiológica e aos 30 dias de vida, conjuntivite. Leite materno exclusivo. Ao exame físico: Peso 5100 g, comprimento 60 cm. BEG, FR 58 irpm, FC 120 bpm, temperatura axilar 36,5 ºC. Ausculta pulmonar com MV presente e estertores subcrepitantes disseminados. Restante do exame sem anormalidades. Radiografia de tórax mostra opacidade heterogênea no lobo superior direito. Hemograma: 10 g Hb, Leucócitos 13000 (bastonetes 1%, segmentados 34%, eosinófilos 9%, basófilos 1%, linfócitos 40%, monócitos 5%). Qual o mais provável diagnóstico para esse caso?
Homem, 23 anos, sofre queimadura elétrica em objeto próximo a cabo de alta tensão, ficando temporariamente desacordado. Na Emergência, está lúcido e coerente, com lesão deprimida, acinzentada, circundada por área de hiperemia na mão D. A urina está escura. Em relação a este caso, são apresentadas as afirmativas abaixo: I. Deve-se revisar 24 horas após o desbridamento inicial, pois a área de necrose costuma ser posteriormente mais extensa. II. As maiores lesões musculares ocorrem junto a estruturas ósseas, onde há maior calor de resistência. III. É necessária imediata reposição líquida, mesmo sem confirmação laboratorial de mioglobinúria. Qual é a alternativa correta?
Assinale a alternativa que contribui com o diagnóstico de apendicite aguda em uma criança de 5 anos com dor na fossa ilíaca direita.
Qual a interpretação para uma criança que apresenta o seguinte padrão sorológico para hepatite B: HBsAg negativo; HBeAg negativo; anti-HBcIgM negativo; anti-HBe negativo e anti-HBs positivo?
Compartilhar