Questões na prática

Clínica Médica

Gastroenterologia

Hematologia

Os tumores primitivos do intestino delgado são raros apesar desse segmento representar aproximadamente 80% do comprimento total do trato gastrointestinal. Sobre os tumores do intestino delgado, assinale a alternativa incorreta.

A
Os linfomas são mais encontrados no jejuno, onde existe maior concentração de tecido linfoide.
B
Os adenocarcinomas relacionados à doença de Crohn acometem o íleo distal na maioria dos casos e ocorrem em idade mais jovem.
C
O GIST (tumor estromal do trato gastrointestinal) modernamente pode ser tratado com inibidor seletivo das tirosinoquinases, especificamente o CD 117, que é específico desse grupo de tumores, apresentando bons resultados nos casos de doença irressecável.
D
Existe risco aumentado de linfoma primário do intestino delgado em pacientes com doença celíaca e estados de imunodeficiência (AIDS).
E
Para tumores carcinoides menores do que 1 cm, a ressecção local conservadora é suficiente.
Com relação à ultrassonogra?a no exame preventivo do câncer da mama, assinale a alternativa correta.
Mulher de 36 anos apresenta-se com quadro de ascite há 2 semanas. A punção revelou um GASA (gradiente de albumina soro-ascite) de 1,3mg/dL. É mais provável tratar-se de:
No caso de uma ecocardiografia de um recém-nascido que confirma o diagnóstico pré-natal de uma cardiopatia congênita denominada Tetralogia de Fallot, pode-se afirmar que:
Uma adolescente de 15 anos apresenta episódios intermitentes de cefaléia há três anos. A dor é hemicrania, ora direita ora esquerda, tipo latejante, de moderada a forte intensidade, associada a náuseas, vômitos, fonofobia e fotofobia. Precedendo as crises, ela refere parestesias em face e mãos, associadas a escotomas cintilantes. As crises duram em média cinco horas e melhoram com uso de paracetamol. O exame neurológico é normal. As crises ocorrem duas vezes por mês, próximo ao período de provas escolares. O diagnóstico, nesse caso, é:
Compartilhar