Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

Paciente, 18 anos de idade, apresenta em avaliação médica de rotina TA: 160 x 110 mmHg. Tem história familiar de hipertensão arterial. Ritmo urinário sem alterações, com urina de aspecto normal. Ao exame, apresenta-se sem outras alterações à exceção de esmagamento nos cruzamentos artério-venosos na retina e imagem em “chama de vela” na oftalmoscopia. Não há diferença pressórica entre os membros. O exame de uroanálise desse paciente revelou uma densidade urinária de 1020 e raros cilindros hialinos. Esse achado indica:

A
perda da filtração glomerular seletiva
B
provável síndrome nefrótica
C
função tubular preservada
D
hiperaldosteronismo
E
lesão tubular renal
Lactente, com 11 meses de idade, negro, masculino, foi trazido ao pronto-socorro com febre e tosse há 3 dias, sendo diagnosticada broncopneumonia. O hemograma mostrou: Hb: 5,4/dl, Ht:14%, com hipocromia e microcitose, leucócitos de 19,000/mm³, com desvio à esquerda, plaquetas de 1,000,000/mm³, antecedentes pessoais: nasceu de termo com 2,320 gramas, recebeu leite materno até 3 meses, nunca apresentou outras intercorrências. A principal hipótese diagnóstica, além da broncopneumonia, é:
Segundo a segmentação funcional hepática (Couinaud), uma hepatectomia direita clássica envolve a ressecção dos seguintes segmentos:
Em relação às imunizações a serem recomendadas para adolescentes, pode-se afirmar que:
Em relação à síncope, é correto afirmar:
Compartilhar