Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente, 18 anos de idade, nuligesta, submetida à laparotomia para a retirada de tumor anexial com cápsula íntegra. O exame histopatológico de congelação revelou teratoma imaturo. A conduta, para esse caso, é realizar:

A
anexectomia unilateral, coleta de lavado peritoneal, omentectomia infracólica e amostragem linfonodal homolateral.
B
pan-histerectomia, coleta de lavado peritoneal, omentectomia infracólica e amostragem linfonodal.
C
anexectomia bilateral, coleta de lavado peritoneal, omentectomia infracólica e amostragem linfonodal.
D
cirurgia de Wertheim-Meigs e radioterapia.
E
anexectomia bilateral e quimioterapia.
Paciente masculino de 25 anos, previamente hígido, apresenta-se com queixa de discreta dor torácica, à direita, de início há cerca de 12 horas. Uma radiografia do tórax demonstrou a presença de pneumotórax à direita com volume inferior a 20% do hemitórax, sem doença pulmonar subjacente. Ao exame físico, apresenta-se eupneico, normotenso (120 x 80 mmHg), com frequência cardíaca de 88 bpm em repouso e murmúrio vesicular reduzido à direita. Qual a conduta mais indicada inicialmente?
O carcinoma esofágico é uma neoplasia maligna com elevada letalidade. É uma das 10 neoplasias malignas mais prevalentes no mundo. Assinale a alternativa incorreta quanto ao carcinoma esofágico da linhagem espinocelular:
A Síndrome de Paralisia Cerebral Infantil, en­tre as suas manifestações abaixo, NÃO apresen­ta:
Qual a complicação aguda mais encontrada na criança com glomerulonefrite aguda pós-estreptocócica?
Compartilhar