Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente, 20 anos, nuligesta. Exame especular mostra colo uterino normal. Ausência de leucorreia. Feita coleta tríplice de material para colpocitologia, o resultado do exame apresentou atipias de células escamosas de significado indeterminado (ASCUS) no material da coleta endocervical. Colposcopia negativa, colo sem lesões. Qual a melhor conduta para o caso dessa paciente?

A
colher novo material e repetir a colpocitologia em outro laboratório, já que o colo é normal, a colposcopia negativa, e isso indica que o exame deve estar errado.
B
repetir a colpocitologia após 6 meses, já que essas atipias podem ser de índole inflamatória e desaparecem na maioria das pacientes.
C
realizar cone com LEEP (CAF ou cirurgia de alta frequência), já que a paciente é nova e poderá desenvolver câncer de colo em curto espaço de tempo, pois as ASCUS geralmente são por Papilomavírus humano de alto risco.
D
Recomendar que a paciente permaneça no sistema de rastreamento de câncer de colo uterino, conforme normas do Instituto Nacional do Câncer do Ministério de Saúde, realizando colpocitologia de 2 em 2 anos.
Dentre as situações citadas abaixo, a principal causa de abdome obstrutivo em lactente é:
Uma adolescente de 12 anos apresenta um nódulo na pálpebra inferior pela segunda vez no mês. Ela respondera adequadamente ao tratamento com antibiótico oral no episódio anterior. Agora o nódulo não tem eritema ou enduração. Não há febre, alteração visual ou alteração conjuntival. A conduta mais adequada a ser tomada será:
Em relação ao desenvolvimento infantil, podemos afirmar que:
São fatores associados a um risco aumentado de desenvolvimento do câncer de estômago:
Compartilhar