Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

Paciente, 27 anos de idade, apresenta à palpação, massa endurecida no testículo direito. Os níveis de alfafetoproteína (AFP) e da fração (beta-HCG) da gonadotrofina coriônica humana foram indetectáveis. A tomografia computadorizada do abdome era normal. A conduta é:

A
linfadenectomia retroperitoneal.
B
radioterapia inguinal ipsilateral e periaórtica.
C
observação.
D
exploração do testículo direito por via inguinal.
Dor + Delirium. Mulher de 69 anos, está internada há três dias para tratamento de úlcera sacral infectada. É acamada há dois anos, após internação prolongada em UTI para tratamento de pneumonia. Está em uso de Ciprofloxacino 750mg via oral de 12/12h e Metronidazol 500mg via oral de 8/8h, insulina NPH 42 UI/dia, insulina regular 18 UI/dia, ranitidina 150mg via oral de 8/8h, paracetamol 1000mg via oral de 6/6h e codeína 30mg via oral de 4/4h. Nesta manhã foi submetida a desbridamento mecânico da úlcera pela equipe da enfermagem, com remoção completa do material necrótico. Segundo relato da enfermagem, não há exposição óssea. Exame laboratoriais da rotina: Hemograma: Hb= 9,3g/dL; leucócitos= 22800/mm3 (segmentados=18400/mm3, linfócitos= 1800/mm3); plaquetas= 455.000/mm3. RNI= 1,2. Ureia=107 mg/dL. Creatinina= 2,3mg/dL. K=4,7 mEq/L. Na= 156 mEq/L. Você é chamado no início do seu plantão noturno pois a paciente queixa-se de muita dor no local da úlcera sacral, mesmo após a medicação prescrita de horário. A conduta é:
À medida que não tem respaldo científico para evitar o desenvolvimento de diabetes tipo II em paciente com síndrome metabólica é:
Atualmente existem vacinas conjugadas para quais agentes:
Sobre os antibióticos, assinale a alternativa correta.
Compartilhar