Questões na prática

Clínica Médica

Infectologia

Otorrinolaringologia

Paciente, 28 anos de idade, sexo masculino, apresenta-se há 72 horas com febre de até 39°C, cefaleia e dor de garganta. Notou vermelhidão na pele há 24 horas. Ao exame físico, apresenta enantema oral predominante em língua e tonsilas, com hipertrofia de papilas, além de exantema eritematodescamativo acometendo face e tronco e poupando palma das mãos e sola dos pés. O exantema facial poupa região perioral e apresenta-se mais intenso em dobras, onde conflui nas linhas de flexão. O hemograma mostrou 15 mil leucócitos/mm³ com 75% de polimorfonucleares, 160 mil plaquetas/mm³ e Hb: 16 g/dl. No diagnóstico desse paciente, o exame mais útil é:

A
sorologia para dengue
B
pesquisa de anticorpos heterófilos (Paul-Bunnel)
C
sorologia IgM para rubéola
D
teste rápido para estreptococos em orofaringe
E
hemoculturas
Paciente, 7 anos de idade, procedente da zona rural, é internado com quadro de dor abdominal há 3 dias em cólica de média intensidade, anorexia, tosse e febre diária de baixa intensidade. Ao exame, REG é nutricional, palidez cutaneomucosa. Abdome volumoso, SM visceromegalias, doloroso à palpação. Hemograma com 9400 leucócitos, 58% segm., 1% bast., 10% eosinófilo, anemia microcítica e hipocrômica moderada (Hb: 7,0; Ht: 26%), ausência de células anormais. RX de tórax com infiltrado inflamatório intersticial. Para o diagnóstico, deve-se solicitar:
Para se evitar trombose arterial, é necessário inibir a agregação plaquetária. Dentre as substâncias (natural ou medicamentosa) abaixo, indique a que NÃO inibe a agregação das plaquetas:
Você examina um paciente grave com má perfusão capilar periférica, oligúrico e fácies de angústia. Você implanta um cateter de Swan-Ganz e obtém os seguintes parâmetros: saturação venosa mista de O2 = 53%. Lactato arterial de 6,5 (alto), pressão encravada capilar pulmonar (PECP) = 10 mmHg. Pressão venosa central = 25 mmHg. Diferença artério-venosa de O2 aumentada e débito cardíaco diminuído. Seu provável diagnóstico é choque:
Paciente com 24 anos, com diagnóstico de endometriose há 4 anos e em uso de medicação oral. Refere androgenização intensa nesse período de tratamento. Qual medicação pode ter sido utilizada?
Compartilhar