Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente, 30 anos de idade, G7P7A0, gestação de 38 semanas, com gemelaridade dicoriônica e diamniótica foi submetida a parto cesárea por apresentação pélvica dos dois fetos. Antecedentes pessoais: Diabetes mellitus gestacional controlado com dieta. Na primeira hora de puerpério, apresentou sangramento via vaginal aumentado com repercussão hemodinâmica e necessidade de uterotônicos e massagem uterina. Dentre os itens listados, o conjunto de fatores de risco para hipotonia uterina nesta paciente é:

A
multiparidade e idade materna.
B
diabetes gestacional e parto cesárea.
C
apresentação pélvica e multiparidade.
D
gemelaridade e parto cesárea.
São efeitos benéficos não contraceptivos do uso de contraceptivos orais no climatério, EXCETO:
Paciente idoso com 72 anos de idade, durante avaliação neuropsicológica, atinge 21 pontos no mini-exame do estado mental (de Folstein). Este resultado:
Sobre as neoplasias malignas de tireoide, é INCORRETO afirmar:
Paciente com 35 anos, sexo masculino, profissão pedreiro, procedente de Curitiba deu entrada no Pronto Socorro, no mês de julho, com quadro de febre (38oC), dores musculares (abdome e panturrilha), icterícia, sangramento nasal, cefaleia que se iniciou há 3 dias. Além disso foi observado um rash cutâneo difuso, urina concentrada frequência respiratória de 28 movimentos respiratórios por minuto e frequência cardíaca de 100 bat/min. Frente a este caso, considerando a epidemiologia, qual o PRINCIPAL diagnóstico?
Compartilhar