Questões na prática

Clínica Médica

Ginecologia e Obstetrícia

Endocrinologia

Infectologia

Paciente, 31 anos de idade, G3P2A0, com o tempo de amenorreia de 25 semanas queixava-se de dor lombar há 3 dias, associada com polaciúria. Relatou também calafrios, náuseas e vômitos há 12 horas. Trouxe ultrassom de primeiro trimestre com a idade gestacional. Ao exame: temperatura axilar 39,1ºC, atividade uterina não perceptível; BCF = 136 bpm: colo fechado, grosso posterior. A hipótese diagnóstica e a conduta são:

A
nefrolitíase - hidratação e tratamento com analgésico e antibioticoterapia.
B
pielonefrite - internação e tratamento com antibioticoterapia endovenosa.
C
corioamnionite - internação, antibioticoterapia endovenenosa e resolução da gravidez.
D
infecção urinária baixa - hidratação e tratamento com antibioticoterapia.
Oneômana desde a juventude, uma mulher de meia idade vinha tendo crescente dificuldade nas caminhadas pelas lojas do centro da cidade, em razão de fortes dores no joelho direito. Após anamnese e avaliação local, o médico solicitou estudo radiográfico e concluiu haver grave osteoartrose que afetava quase exclusivamente o espaço articular femorotibial medial. Como o achado de exame físico, era mais provável que houvesse:
É importante que o médico tente ajudar a mudar o curso natural das Cardiopatias Congênitas (CC), identificando-as precocemente, especialmente aquelas que necessitam de tratamento de urgência. Sobre as cardiopatias congênitas, assinale a alternativa CORRETA:
Em relação aos aneurismas arteriais, é INCORRETO afirmar que:
A opção que indica a associação da síndrome congênita com sua cardiopatia mais comum é:
Compartilhar