Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente, 32 anos de idade, G1P0A0, com gestação de 31 semanas, vem ao pré-natal referindo que apresentou palpitações, pele quente, insônia, perda de peso, aumento da tireoide e exoftalmia. Traz exames com Ht: 34%, Hb: 11g%, TSH: 0,001, T4 livre: aumentado. Ultrassonografia obstétrica, IG: 31 semanas e 2 dias, ILA: 95 mm, placenta-grau 1, peso fetal de 1000 g, apresenta aumento das medidas da tireoide fetal. Vem em uso de propiltiouracil (PTU) 400 mg/dia. Em relação ao bócio fetal, deve-se:

A
oferecer cordocentese para dosagem de TSH e T4 livre fetais
B
aumentar o PTU já que não está tratando o feto
C
usar levotiroxina intra-amniótica
D
interromper a gestação assim que descoberto
E
tratar o feto só após o nascimento
Uma criança de 7 anos estava brincando quando se dependurou em um tanque de lavar roupa que virou e caiu sobre ele gerando um trauma abdominal contuso na região supraumbelical do abdômen. À admissão na emergência a criança apresentava-se com dor abdominal intensa e foi submetida a um raio X de abdômen e tórax que evidenciou imagem de gás circundando os rins e grandes vasos abdominais. Esse achado mais provavelmente se deve a lesão de qual dos seguintes órgãos?
Adolescente chega à emergência com queixa de quadro inicial diagnosticado como virose, entretanto, o quadro evoluiu há 3 semanas para tosse irritativa persistente e secreção mucoide não acompanhada de febre. O Pediatra fez sua hipótese diagnóstica, solicitou RX que evidenciou infiltrado intersticial e hemograma com discreta leucocitose e prescreveu antibiótico em esquema domiciliar para cobertura do provável agente etiológico:
Em relação às hérnias de parede abdominal, pode-se afirmar que:
Em relação à doença de Legg-Calvé-Perthes, é correto afirmar que:
Compartilhar