Questões na prática

Clínica Médica

Nefrologia

Reumatologia

Paciente internado com quadro de edema, oligúria, hipertensão, apresenta-se dispneico com estertores de base pulmonar, alterações hidroeletrolíticas, como hiperpotassemia, acidose grave, hipocalcemia, hiperfosfatassemia e hiperuricemia. Após instituir a terapêutica habitual para IRA, passa a manter hiponatremia refratária à terapia. Aumento progressivo da ureia e creatinina, oligoanúria persistente. A conduta a ser adotada no caso é indicar:

A
soluções hipotônicas.
B
diálise peritoneal.
C
transfusão de plasma fresco.
D
solução hipertônica.
E
diuréticos tiazídicos.
Mulher, 18 anos, chega ao PA dizendo estar resfriada há 2 (duas) semanas. Sua principal queixa é de obstrução nasal, rinorreia amarelo-esverdeada e pigarro incômodo que a faz tossir secreção amarelo-esverdeada. Nega febre ou cefaleia. O quadro provável é de:
Assinale a alternativa correta sobre atendimento dos pacientes com complicações por intoxicação aguda pela cocaína:
Em relação à convulsão febril é INCORRETO afirmar:
Marina, 17 anos de idade, há 5 semanas vem apresentando humor deprimido e crises de choro ocasionais. Nega alterações do apetite, do sono ou da concentração. Tem ficado mais em casa, com menos vontade de sair. Nega pensamento de morte. Atribui seus sintomas depressivos ao fato de ter sido reprovada em duas matérias no colégio, motivo pelo qual terá que repetir de ano. Sente-se culpada, pois acha que sua reprovação é uma vergonha para a família. Devido ao seu mau desempenho na escola, pegou emprestados livros na biblioteca referentes às matérias em que foi reprovada e já começou a estudar mesmo antes de iniciadas as aulas. Sua mãe está preocupada com seu quadro depressivo e orientou que ela fosse à consulta na Clínica da Família. A intervenção mais adequada a ser feita pelo médico de família e comunidade é:
Compartilhar