Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente, 35 anos de idade, negra, nuligesta, obesa, diabética e tabagista, vem ao consultório médico para avaliação de rotina. Nega fluxo patológico genital. Refere fluxo menstrual de 28 a 30 dias/3 a 5d/++. Ao exame físico, TA: 120 x 70 mmHg, PR: rítmico e cheio, com 65 bpm. Abdome plano flácido e não doloroso à palpação. Trouxe preventivo normal. USG: útero aumentado de volume à custa de 2 nódulos miomatosos, um subseroso e outro intramural, medindo o maior 2,0 cm x 1,8 cm. Volume uterino de 126 cm³. Ovários de volume e ecotextura habituais. Deseja engravidar futuramente. Em relação aos dados epidemiológicos, dos apresentados pela paciente não se correlaciona com aumento na incidência do mioma:

A
raça
B
nuliparidade
C
obesidade
D
diabetes
E
tabagismo
O albinismo é causado por defeito na biossíntese e distribuição da melanina e pode estar associado à deficiência de:
O teste sorológico mais específico para o diagnóstico de infecção aguda pelo vírus Epstein-Barr é a dosagem de:
O marcador sorológico detectado em crianças que receberam vacina de Hepatite B é:
As alterações encontradas em uma criança com desnutrição tipo marasmo são:
Compartilhar