Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente, 35 anos de idade, negra, nuligesta, obesa, diabética e tabagista, vem ao consultório médico para avaliação de rotina. Nega fluxo patológico genital. Refere fluxo menstrual de 28 a 30 dias/3 a 5d/++. Ao exame físico, TA: 120 X 70 mmHg, PR: rítmico e cheio, com 65 bpm. Abdome plano flácido e não doloroso à palpação. Trouxe preventivo normal. USG: útero aumentado de volume à custa de 2 nódulos miomatosos, um subseroso e outro intramural, medindo o maior 2,0 cm x 1,8 cm. Volume uterino de 126 cm³. Ovários de volume e ecotextura habituais. Deseja engravidar futuramente. A melhor abordagem dos miomas no caso em questão é:

A
histerectomia total abdominal
B
miomectomia laparoscópica
C
conduta expectante com acompanhamento ultrassonográfico
D
miomectomia laparotômica
E
embolização uterina
Em relação aos distúrbios metabólicos no período neonatal, é correto afirmar:
Uma criança de quatro anos de idade, sexo masculino, é encaminhada ao ambulatório, pois a professora notou discreto desvio do olho direito há 30 dias. Nascido de parto prematuro, com 35 semanas, peso: 2.730 g, estatura: 46,5 cm, Apgar: 9/9, permaneceu por seis horas em CPAP nasal e 12 horas no capacete de oxigênio, devido a desconforto respiratório leve. Recebeu alta hospitalar com três dias. A mãe nega infecções durante a gravidez. Exame físico: estrabismo com esotropia à direita e reflexo pupilar esbranquiçado. A hipótese diagnóstica mais provável é:
Mulher de 63 anos com quadro de melancolia, crises de ansiedade, choro fácil, perda do interesse pelas atividades do dia-a-dia e insônia terminal há dois meses, vai ao consultório médico referindo perda de apetite e dores musculares difusas. Seu exame físico é normal. Ela relata que, há 40 dias, faz uso de bromazepan 3 mg à noite. A melhor opção de tratamento para essa paciente é:
Oscar tem 50 anos, sabe ser hipertenso e ter “colesterol alto” há 10 anos. É tabagista e tem historia familiar de coronariopatia. Faz uso regular de estatina. No aconselhamento terapêutico de Oscar você deve orientá-lo à parar de fumar e:
Compartilhar