Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente, 35 anos de idade, negra, nuligesta, obesa, diabética e tabagista, vem ao consultório médico para avaliação de rotina. Nega fluxo patológico genital. Refere fluxo menstrual de 28 a 30 dias/3 a 5d/++. Ao exame físico, TA: 120 X 70 mmHg, PR: rítmico e cheio, com 65 bpm. Abdome plano flácido e não doloroso à palpação. Trouxe preventivo normal. USG: útero aumentado de volume à custa de 2 nódulos miomatosos, um subseroso e outro intramural, medindo o maior 2,0 cm x 1,8 cm. Volume uterino de 126 cm³. Ovários de volume e ecotextura habituais. Deseja engravidar futuramente. Na embolização uterina para tratamento de miomas, o exame que melhor avalia a sua celularidade e vascularização é:

A
tomografia computadorizada
B
ultrassonografia transvaginal
C
ressonância magnética
D
ultrassonografia transvaginal com Doppler colorido
E
histerossalpingografia
O escopo da abordagem comunitária do médico de família foge do completo isolamento do consultório médico, envolvendo, também, ações de modificação do ambiente da comunidade, visando à promoção da qualidade de vida e à prevenção de doenças da população. Considerando esse contexto, Rafael, residente do 2º ano de medicina de família e comunidade, procurou auxílio da prefeitura para implantar um programa de incentivo à atividade física, na área geográfica de sua atuação, o qual incluía a revitalização da praça próxima ao posto, a implantação de academia ao ar livre e a pista de caminhada. Três vezes por semana, Rafael investia a 1ª hora de sua manhã organizando um grupo de caminhada e orientando a população na prática de exercícios físicos. Considerando a situação hipotética apresentada e os conhecimentos médicos correlatos, julgue o item a seguir. Os exercícios resistidos são contraindicados para crianças, logo, na academia ao ar livre, devem-se afixar placas solicitando que elas não utilizem os aparelhos.
O escopo da abordagem comunitária do médico de família foge do completo isolamento do consultório médico, envolvendo, também, ações de modificação do ambiente da comunidade, visando à promoção da qualidade de vida e à prevenção de doenças da população. Considerando esse contexto, Rafael, residente do 2º ano de medicina de família e comunidade, procurou auxílio da prefeitura para implantar um programa de incentivo à atividade física, na área geográfica de sua atuação, o qual incluía a revitalização da praça próxima ao posto, a implantação de academia ao ar livre e a pista de caminhada. Três vezes por semana, Rafael investia a 1ª hora de sua manhã organizando um grupo de caminhada e orientando a população na prática de exercícios físicos. Considerando a situação hipotética apresentada e os conhecimentos médicos correlatos, julgue o item a seguir. É indispensável a realização de exame médico antes dos idosos iniciarem o programa de caminhada, mesmo que em baixa intensidade.
I.F.S., menino de 3 anos de idade em acompanhamento em serviço de referência por diagnóstico de nefroblastoma, aguardando tratamento cirúrgico, é levado ao pronto atendimento, por sua mãe, devido a queixas de diarreia há um dia, com cinco episódios de evacuação líquidas sem produtos patológicos, diminuição da ingestão alimentar e discreta diminuição do volume urinário. Não refere vômitos ou febre. As mucosas estão úmidas e coradas. A criança está alerta brincando pelo consultório. O exame abdominal revela discreto desconforto difuso, sem peritonismo, além da massa abdominal palpável. Aproveitando a oportunidade da consulta médica, a mãe do paciente resolve tirar algumas dúvidas sobre o transporte dele no carro. Com base nas informações apresentadas no caso clínico e conhecimentos correlatos, julgue o item a seguir. O nefroblastoma, ao contrário do neuroblastoma, costuma atravessar a linha média do abdômen.
André foi picado por um inseto na pálpebra há uma semana. No primeiro dia teve reação alérgica, com edema e hiperemia que melhoraram no terceiro dia. A partir da manhã do quarto dia, apresentou piora progressiva do edema, hiperemia e calor local. Ontem começou a ter febre com secreção lacrimal purulenta, com leve hiperemia conjuntival, sem queixas visuais e sem alteração na movimentação ocular. o diagnóstico de André é:
Compartilhar