Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente, 35 anos de idade, negra, nuligesta, obesa, diabética e tabagista, vem ao consultório médico para avaliação de rotina. Nega fluxo patológico genital. Refere fluxo menstrual de 28 a 30 dias/3 a 5d/++. Ao exame físico, TA: 120 X 70 mmHg, PR: rítmico e cheio, com 65 bpm. Abdome plano flácido e não doloroso à palpação. Trouxe preventivo normal. USG: útero aumentado de volume à custa de 2 nódulos miomatosos, um subseroso e outro intramural, medindo o maior 2,0 cm x 1,8 cm. Volume uterino de 126 cm³. Ovários de volume e ecotextura habituais. Deseja engravidar futuramente. Na embolização uterina para tratamento de miomas, o exame que melhor avalia a sua celularidade e vascularização é:

A
tomografia computadorizada
B
ultrassonografia transvaginal
C
ressonância magnética
D
ultrassonografia transvaginal com Doppler colorido
E
histerossalpingografia
Comprometimento pulmonar grave é mais frequente em:
São complicações da nutrição parenteral, EXCETO:
Qual das alternativas abaixo correspondem, na sequência correta ao A, B, C da reanimação neonatal:
Maria, 40 anos, sem antecedentes patológicos, apresentou súbita tontura seguida de pré-síncope após caminhada de 30 minutos no plano. Avaliada em ambulatório, constatou-se apenas ritmo cardíaco irregular e pulso de 170bpm. O ECG demonstrou ausência de onda P e intervalo RR irregular. Qual dos exames abaixo é mais importante na avaliação da causa desta arritmia.
Compartilhar