Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente, 52 anos de idade, G4P3A1, queixa-se de sangramento pós-coital há 7 meses. Relata, ainda, fluxo genital com mau cheiro há 15 dias. Coitarca aos 15 anos. Relata passado de sífilis e ser tabagista desde os 17 anos, fumando atualmente uma carteira por dia. Ao exame físico, TA: 100 x 70 mmHg, PR: 80 bpm. Exame segmentar sem alterações. Exame especular revela lesão exofítica de 2,0 cm em lábio anterior do colo uterino. São fatores para câncer de colo uterino, EXCETO:

A
Coitarca precoce
B
Tabagismo
C
DST
D
Menopausa tardia
E
Multiparidade
Artefatos produzidos por potenciais cardíacos, respiratórios, musculares e oculares são conhecidos como:
Paciente de 63 anos, sexo masculino, negro, vem apresentando cansaço, fraqueza aos médios esforços há mais ou menos 2 meses. Relata também tonturas e zumbido no ouvido há 1 mês e dores ósseas intensas no braço direito. Refere ter ficado internado devido à pneumonia há 2 semanas. Refere diminuição do volume urinário e presença de urina espumosa. Ao exame físico, o paciente encontra-se descorado ++/4+, anictérico, PA = 140 x 90 mmHg FC = 110 bpm. Ausculta cardíaca: RCR2T com sopro sistólico panfocal. Ausculta respiratória: MV + bilateralmente com ESC bibasais. Abdome: sem visceromegalias, RHA+ e normais. Extremidade: Edema ++/4+ com cacifo. Exames laboratoriais: Hemograma - Hb = 7,0 g HT = 21% VCM 85 u³. Leucócitos = 3.500-0-0-2-60-1-0-35-2 Plaquetas = 30.000/mm³, Ureia = 90 mg/%, Creatinina = 2,2 mg% PT = 7,0 alb = 2,8 Globulina = 5,0 (até 3,5), Bilirrubinas normais, IST = 45%, Cálcio = 12 mg/%, Ferritina = 400 ug/l, VHS = 120 mm³ e Beta 2 microglobulina aumentada. USG Renal - Rins de tamanho aumentado. Raio X de Esqueleto - Lesões osteolíticas em calota craniana e em fêmur esquerdo. Com referência ao paciente acima, pergunta-se: Qual é o diagnóstico provável? Qual é o exame que poderá comprová-lo?
Paciente de 36 anos, do sexo feminino, com diagnóstico de AIDS há 3 meses, quando iniciou tratamento com biovir e efavirens, apresentou dosagem de CD4 de 118 cel mm³. Refere, há 2 semanas, quadro de diarreia aquosa em grande volume acompanhada de distensão, flatulência e dor abdominal, emagrecimento de aproximadamente 3 kg. É correto afirmar:
Parturiente de 38 semanas é avaliada no pronto-atendimento da G.O. pelo acadêmico de medicina do 5º ano, que anota, no prontuário da paciente, as seguintes informações: O feto encontra-se com seu maior eixo concordante com o maior eixo uterino (1) e com sua cabeça próxima da bacia materna (2). Ao toque vaginal, trata-se de uma OEA (3), estando o ápice do pólo cefálico no plano zero de DeLee (4). As frases sublinhadas permitem definir, respectivamente:
Compartilhar