Questões na prática

Clínica Médica

Cardiologia

Nefrologia

Paciente 65 anos, sem co­morbidades prévias, no segundo dia de pós-operatório de gastroduodenopancratectomia apresenta-se adinâmico, com fraqueza muscular generalizada. Dentre os exames realizados para investigação do quadro o eletrocardiograma mostrava ritmo sinusal, porém com intervalo PR prolongado e onda T apiculada. Hipótese diagnóstica mais provável?

A
Hipernatremia.
B
Hiperpotassemia.
C
Alcalose metabólica.
D
Hipercalcemia.
E
Hiponatremia.
Pré-escolar de 4 anos, chega ao atendimento com história de crise convulsiva de início há 15 minutos, sem febre, clônica generalizada. Após rápida avaliação inicial e estabilização das vias aéreas, conseguido acesso venoso periférico onde é realizado diazepam endovenoso, sem diluir, na dose de 0,5 mg/kg. Após 10 minutos observa-se que o paciente persiste em crise. Qual a medicação MAIS CORRETA a ser ofertada neste momento?
Podemos afirmar sobre os pacientes queimados que:
Em relação a choque hemorrágico, é correto afirmar:
A utilização de zidovudina (AZT) por via oral durante 6 semanas em recém-natos nascidos com exposição perinatal ao HIV faz parte da estratégia para evitar a transmissão vertical do agente. Qual é o evento adverso mais frequente desse antirretroviral e que deve ser avaliado laboratorialmente?
Compartilhar