Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente chega ao pronto socorro queixando de sangramento transvaginal há quatro dias. Informa que iniciou piora da quantidade de fluxo há três horas associada com uma dor de forte intensidade e que depois houve melhora da dor com diminuição do sangramento. Apresentava atraso menstrual de sete semanas, não usava método contraceptivo, é casada e secundigesta. Ao exame físico: colo fechado, sangramento transvaginal de discreta quantidade, útero de volume menor que o correspondente á idade gestacional. Assinale a alternativa que contém o diagnóstico e a conduta respectivamente.

A
Abortamento inevitável. Dilatação e esvaziamento por sucção (AMIU) ou curetagem.
B
Ameaça de abortamento. Repouso, controle com ultrassonografia transvaginal e pré-natal.
C
Abortamento incompleto. Dilatação e esvaziamento por sucção (AMIU) ou curetagem.
D
Aborto completo. Controle com ultrassonografia transvaginal para confirmar “útero vazio”.
E
Abortamento Oculto. Controle com ultrassonografia transvaginal e dilatação e esvaziamento por sucção (AMIU) ou curetagem se for necessário.
Em relação aos neuroblastomas é INCORRETO afirmar que:
Homem de 36 anos é trazido pelo SAMU ao pronto-socorro por obnubilação de consciência, confusão, alucinações visuais e tremores de extremidades. Segundo seus familiares, tem história crônica de abuso de álcool, porém diminuiu a ingestão,há 48 horas, mas não parou de beber. Seus dados vitais PA: 180/110 mmHg, FC:110 bpm e T:37,8ºC. Logo após a admissão apresentou crise convulsiva tonicoclônica generalizada. Em relação ao manejo deste paciente, é INCORRETO afirmar:
Paciente de 37 anos, feminino, comparece ao ambulatório de psiquiatria, o mesmo acompanha há 8 meses por depressão, fez uso de Fluoxetina, Amitriptilina e Sertralina num período de dois anos, até o momento sem melhora do quadro. Entre as opções, qual descreve critérios suficientes para o diagnóstico de depressão maior:
Adolescente de 15 anos, sexo feminino, é levada ao ambulatório por seus pais, preocupados com sua magreza. Relatam que a filha apresenta medo intenso de ganhar peso, analisa todas as calorias dos alimentos que vai ingerir, está sempre procurando sites de alimentação na internet com objetivo de se manter abaixo de 40 kg. Exame físico: emagrecida; palidez cutâneo-mucosa; P: 39,5 kg (abaixo de pB); altura: 1,58 m (p50); IMC: 15,8; FC: 48 bpm; Tax.: 36°C; PA: 100 x 65 mmHg. Estadiamento de Tanner: M4P4. A hipótese diagnóstica mais provável é:
Compartilhar