Questões na prática

Clínica Médica

Cirurgia

Endocrinologia

Dermatologia

Paciente com 2 anos de idade, sexo feminino, apresentando puberdade precoce. Ao exame físico apresenta peso e estatura > 75° percentil, PA = 150 x 100 mmHg, acne, comedões, buço, voz grave, hiperemia malar, pilificação pubiana, clitorimegalia. Os exames laboratoriais demonstram DHEA-S = 8.500 ng/ml, testosterona = 600 ng/ml, cortisol = 30 ng/ml, tomografia de tórax e crânio normal, tomografia de abdome = massa na topografia da glândula adrenal direita, heterogênea, medindo 8 x 5 x 4 cm. Eco-doppler afasta trombo de veia cava inferior, assim como ecocardiograma demonstra cavidades cardíacas sem envolvimento tumoral. O tratamento inicialmente proposto é:

A
radioterapia pré-operatória, para evitar ruptura tumoral.
B
cirurgia, pois é o tratamento curativo para carcinoma de suprarrenal.
C
mitotano pré-operatório e cirurgia 3 meses após.
D
corticoterapia para inibir a produção hormonal pelo tumor.
E
cirurgia precedida de radioterapia.
Um homem de 65 anos, tabagista há trinta anos, mais de 20 cigarros por dia, assintomático, vai ao consultório médico para fazer um check-up. De acordo com a faixa etária desse paciente, as doenças que devem ser pesquisadas são:
Os achados laboratoriais típicos da leishmaniose visceral (calazar) são:
Uma paciente de 40 anos, antecedente de uso de anticoncepcional oral, vem ao hospital com dor no hipocôndrio direito (HD). Uma TC de abdome revela um adenoma hepático de 5 cm no lobo D. O tratamento definitivo para essa lesão é:
Pré-escolar de cinco anos é levado a atendimento médico com história de cefaleia, vômitos e alteração do comportamento, caracterizada por irritabilidade e hiperatividade, há dois meses. Exame físico: paciente pouco cooperativo, hiperpneico, FC: 60 bpm, PA: 130X90 mmHg. A hipótese diagnóstica mais provável é:
Compartilhar