Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente, com 22 anos de idade, nuligesta, submeteu-se à videolaparoscopia e anexectomia unilateral por cisto ovariano. O resultado anatomopatológico da peça foi de cistoadenocarcinoma seroso. A melhor conduta oncológica é:

A
Reabordagem cirúrgica com histerectomia total, salpingo-oforectomia contralateral, coleta de lavado peritoneal, omentectomia infracólica e linfonodectomia pélvica e periaórtica.
B
Reabordagem cirúrgica com coleta de lavado peritoneal, omentectomia infracólica, linfonodectomia pélvica e periaórtica, biópsias peritoneais e biópsia do ovário contralateral, mesmo se macroscopicamente normal.
C
Reabordagem cirúrgica com coleta de lavado peritoneal, omentectomia infracólica, linfonodectomia pélvica e periaórtica e biópsias peritoneais múltiplas.
D
Não é necessária reabordagem cirúrgica, uma vez que já há indicação para realização de quimioterapia adjuvante, independente de novos achados anatomopatológicos.
E
Não é necessária reabordagem cirúrgica ou quimioterapia, uma vez que já foi realizada anexectomia.
Em relação ao tratamento da pré-eclâmpsia grave e/ou eclâmpsia, podemos afirmar que:
Um quadro convulsivo é, em princípio prope­dêutico:
Com relação a gastrina, podemos afirmar, exceto:
Em relação a perda auditiva por ruído é correto afirmar:
Compartilhar