Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente com 26 anos de idade, G3A2, vem à consulta referindo tempo de amenorreia de 8 semanas, confirmado pelo exame ecográfico pélvico transvaginal, e apresentando gravidez ectópica tubária à direita, íntegra, medindo 3,5 cm de diâmetro. Níveis de Beta-hCG de 1500 mUI/ml. Após assinar o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido, é submetida a tratamento conservador com metotrexate na dose de 50 mg/m². Sobre esse diagnóstico e tratamento, assinale a alternativa correta.

A
Podem ser utilizados anti-inflamatórios não hormonais na primeira semana após a medicação.
B
A taxa de sucesso nesse caso será de aproximadamente 98%.
C
Alopecia não é efeito colateral descrito com a dose prescrita de metotrexate.
D
O tamanho do saco gestacional é o melhor fator prognóstico da taxa de resposta que os níveis de beta-HCG.
E
A paciente pode apresentar dor abdominal transitória durante a primeira semana de pós-tratamento decorrente de processo inflamatório local.
Paciente de 32 anos, masculino, internado há 5 dias com dispneia por pneumonia da comunidade. Febre alta nos 2 primeiros dias e 1 pico de 38ºC há 48h. Atualmente: Consciente, frequência cardíaca de 76 por minuto, frequência respiratória de 18 por minuto, PA 110x60 mmHg, saturação 2 de 97% com ar ambiente e RX de tórax com infiltrado no 1/3 inferior do hemitórax esquerdo. Em situações como esta, qual seria a melhor conduta?
Adolescente do sexo feminino é submetida à esplenectomia por esferocitose. Após 3 meses de cirurgia os níveis de hemoglobina não subiram satisfatoriamente. A presença de baço acessório deverá ser suspeitada se no sangue periférico tiver o seguinte achado:
Mulher procura o ambulatório com úlcera vulvar. Qual conduta abaixo NÃO é recomendada de forma rotineira?
Sobre doenças exantemáticas na infância, assinalar a alternativa INCORRETA.
Compartilhar