Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Ginecologia

Paciente com 30 anos, Go Po Ao, múltiplos parceiros, mantendo relação sem preservativos, chega ao serviço de saúde com queixa de corrimento vaginal fétido, purulento e prurido vulvar. Ao exame físico, nota-se secreção amarelada, exsudando pela vagina, eritema vaginal segmentar e colpite macular. Nesse caso, deve-se solicitar:

A
citologia oncoparasitária (COP) e teste para HIV. Tratar com fluconazol, pois a clínica é de candidíase vulvovaginal.
B
citologia oncoparasitária (COP) e tratar a paciente com azitromicina 1 g dose única, pois trata-se de neisseria gonoreae.
C
cultura da secreção e colposcopia, para definir o diagnóstico e então prescrever o tratamento.
D
citologia oncoparasitária (COP) e tratar com metronidazol (dose única 2 g ou 500 mg, 2 vezes ao dia por 7 dias) porque trata-se de trichomonas vaginalis.
Uma paciente de 48 anos, hipertensa há 6 anos, apresenta dificuldade para controle dos níveis pressóricos, apesar de 15 mg de enalapril, 12,5 mg de hidroclortiazida e 5 mg de amlodipina. Ao exame clínico: IMC: 24; PA: 165x105 mmHg; coração: 4ª bulha, ausência de sopros abdominais; presença de pulsos radiais e pediosos normais e simétricos, sem edemas. Os exames laboratoriais mostram: Hb 14g/dl; Htc: 42%, glicemia de jejum 92mg/dd, ureia: 52mg/dl, creatinina: 0,9mg/dl; Na: 138mEq; K:3,4mEq. Seu ECG mostra sobrecarga ventricular esquerda com alterações difusas da repolarização ventricular. Na sequência de avaliação, qual exame seria mais útil?
Assinale a alternativa correta:
Na insuficiência renal aguda intrínseca, podemos afirmar que:
Um homem de 56 anos, hipertenso de longa data, queixa-se de cansaço e palpitações há cerca de 1 mês. Está em uso diário de enalapril 20 mg, atenolol 100 mg e hidrocloritiazida 12,5mg. Ao exame clínico encontra-se eupneico, com discreta estase jugular, pulso arrítmico com 100 bpm, PA: 140x90 mmHg, sopro sistólico suave em foco mitral (+/++++), pulmões limpos, fígado não palpável e sem edemas periféricos. ECG atual revelou ritmo de fibrilação atrial sem outras alterações. Apresentava ritmo sinusal no traçado de 4 meses atrás. Realizado ecocardiograma que mostrou discreta dilatação do átrio esquerdo e função contrátil ventricular esquerda conservada (fração de ejeção de 0.55), sem segmentos discinéticos, discreto refluxo das valvas mitral e tricúspide, com pressão arterial pulmonar de 37 mmHg. O melhor procedimento neste caso é:
Compartilhar