Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Obstetrícia

Paciente com 35 semanas de idade gestacional dá entrada no pronto-socorro referindo dor importante no hipocôndrio direito. Ao exame clínico, a gestante apresentava pressão arterial de 100/80 mmHg; com dor intensa a palpação superficial e profunda do hipocôndrio direito e útero de tonicidade normal compatível com a idade gestacional. Edema maleolar moderado e proteinúria de +++, batimentos cárdio-fetais 140 bpm. Exame especular e toque apresentando colo fechado. USG abdominal e obstétrica normais, com placenta tópica. Enzimas hepáticas elevadas com plaquetopenia e hemólise. Qual o provável diagnóstico?

A
Gestação normal.
B
Descolamento placentário.
C
Colelitíase.
D
Síndrome HELLP.
Paciente feminina, 47 anos, previamente hígida, deu entrada, no pronto atendimento, às 20 horas, com história de dor em hipocôndrio direito de forte intensidade, de início pela manhã do mesmo dia, associado à náusea e vômitos biliosos. Nega episódios semelhantes anteriores. Nega comorbidades associadas. Ao exame físico, a paciente mostra-se estável hemodinamicamente, anictérica, com dor à palpação abdominal em quadrante superior direito e sinal de Murphy positivo. O restante do exame físico apresenta-se sem alterações. Referente ao provável diagnóstico do enunciado acima, assinale a alternativa CORRETA:
Qual agente etiológico da parotidite pós-operatória?
Diabético de 68 anos apresentou paraparesia aguda, sendo levado ao pronto-socorro. Ao ser examinado, foram evidenciados sinais de acometimento do terceiro nervo craniano. O dado que sugere que o problema atual seja devido a acidente vascular e não apenas à neuropatia diabética é a presença de:
Você recebe um telefonema de uma mãe de uma criança de 4 anos de idade com anemia falciforme. Ela diz que a criança está respirando rápido, tossindo e tem temperatura de 40°C. Embora o paciente esteja com dificuldade respiratória, a falta de cianose indica:
Compartilhar