Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente com 42 anos de idade, com ciclos menstruais regulares, procurou atendimento com queixa de dor em fossa ilíaca direita, há 6 meses, de leve a moderada intensidade, diária. O exame clínico ginecológico não evidenciou alterações significativas. O ultrassom evidenciou cisto ovariano à direita, sugestivo de teratoma e CA 125 = 4,0. Foi submetido à laparoscopia, com ooforectomia direita, e o exame anatomopatológico intraoperatório evidenciou diagnóstico de carcinoma de ovário. Sabe-se que nesses casos está indicada a realização de estadiamento cirúrgico, no mesmo ato, o que inclui histerectomia e ooforectomia contralateral. Do ponto de vista ético, qual a conduta mais adequada do cirurgião?

A
Realizar o estadiamento cirúrgico mesmo que o paciente não tenha consentido previamente, visto que se trata de doença maligna, com evidente risco de vida.
B
Realizar o estadiamento cirúrgico somente se a paciente tiver sido informada previamente sobre essa possibilidade e consentido com o procedimento, caso contrário, deverá complementar a cirurgia em outro tempo.
C
Realizar o estadiamento cirúrgico obtendo o consentimento verbal da paciente, no intraoperatório, posto que a paciente está acordada. Sob anestesia requidiana.
D
Realizar o estadiamento cirúrgico após informar o marido da paciente na sala de espera, e obtendo o consentimento dele, visto que se trata de doença maligna, com evidente risco de vida.
Qual a variável com maior probabilidade de estar elevada, após colecistectomia videolaparoscópica sem intercorrências, devido ao pneumoperitônio por CO2:
O período neonatal para o paciente portador de cardiopatia congênita pode ser crítico, considerando a gravidade de alguns defeitos e as alterações fisiológicas que ocorrem nesta fase. Baseado nestas informações aponte a alternativa INCORRETA:
São fatores de risco para Hiperbilirrubinemia grave, exceto:
Igor fez 3 anos e 6 meses. Seus pais foram chamados na escola, pois ele estava com comportamentos estranhos. A professora informou que Igor não gosta de brincar com os colegas, exceto quando as brincadeiras são de correr. Gosta muito de ver os mesmos programas na TV: desenho do Pica-Pau e Chaves, além de algumas propagandas e vinhetas de aberturas de alguns programas. Quanto a sua linguagem, a professora diz que ele fala quando quer e fora do contexto. Costuma repetir frases ou palavras ouvidas em algum momento. Sua mãe informou para a professora ,que em casa ele também apresenta esses comportamentos. Também apresenta baixo contato visual com as pessoas e alguns movimentos estranhos de balançar as mãos e braços com se fosse “voar”. Com base nas informações fornecidas, o diagnóstico mais provável do Igor é:
Compartilhar