Questões na prática

Ginecologia e Obstetrícia

Ginecologia

Paciente, 28 anos de idade, procurou atendimento em razão de relação sexual desprotegida há 24 horas, desejando receber orientação sobre contracepção de emergência. Refere parceiro sexual único e nega histórico de morbidades ou hábitos. Sobre contracepção de emergência, qual alternativa está correta?

A
Os contraceptivos de emergência de progestagênio isolado são menos eficazes do que os combinados em altas doses.
B
As náuseas são mais frequentes com os contraceptivos de emergência de progestagênio isolado do que com os combinados.
C
A presença de angina pectoris é contraindicação absoluta à utilização de contraceptivos hormonais de emergência.
D
Os contraceptivos de emergência hormonais são mais efetivos se utilizados até 72 horas após a relação sexual desprotegida.
Durante jogo de futebol, rapaz de 22 anos de idade sofre traumatismo com inversão de tornozelo esquerdo e é levado ao pronto-socorro. Quatro horas após o trauma, apresenta claudicação antálgica, edema moderado do tornozelo e dor à palpação na região distal ao maléolo lateral de moderada intensidade. Refere-se dor tolerável ao apoiar o pé no chão e ao fazer a dorsoflexão e flexão plantar forçada do tornozelo. A conduta é:
Homem, 28 anos de idade, é levado à emergência com grave trauma craniano, após queda de cinco metros de altura. Foi intubado pelo serviço de atendimento pré-hospitalar, devido ao rebaixamento do nível de consciência. Apresenta-se taquicárdico, hipotenso e com sinais evidentes de fratura de crânio, sendo que a pupila direita está dilatada. Qual das seguintes medidas deve ser realizada imediatamente no sentido de reduzir a pressão intracraniana?
Criança, 4 anos de idade, após realização de estudo radiológico e eletrocardiograma, foi encaminhada do Pronto Socorro para o hospital com suspeita de atresia da válvula tricúspide. Os achados observados e compatíveis com esta suspeita são, respectivamente:
A hipoglicemia neonatal tem alto potencial lesivo e deve ser rastreada criteriosamente nos recém-nascidos pertencentes a grupos de risco. Pertencem ao grupo de risco:
Compartilhar